Toyota acaba com os motores diesel nos veículos de passageiros

- Publicidade -

Durante uma reunião executiva com a imprensa na véspera do Salão Automóvel de Genebra, a Toyota revelou o próximo passo na sua estratégia de motorizações para a Europa.

Uma das decisões está relacionada com os motores a diesel. A forte procura dos clientes por versões híbridas nos principais modelos levou a que a Toyota decidisse suprimir os motores a gasóleo de todos os seus veículos de passageiros até ao final de 2018.

Os automóveis a gasóleo começam assim a desaparecer aos poucos e poucos, algo que muitos países já começam a abolir nas principais cidades.

Outro dos motivos para esta decisão está relacionada com as vendas de veículos híbridos. Em 2017, os híbridos representaram 41% das vendas totais da Toyota Motor Europe, aumentando 38% em relação ao ano anterior para 406 mil unidades. Em contraste, a percentagem de viaturas de passageiros diesel Toyota foi inferior a 10% em 2017.

A Toyota continuará a oferecer motores diesel em veículos comerciais para atender às necessidades dos clientes.

Já a nova geração Auris, a ser produzida em Burnaston na Inglaterra no próximo ano, virá com três motorizações, duas das quais eletrificadas com a sua tecnologia híbrida (HEV – Hybrid Electric Vehicle):

•1.2L Turbo – motor turbo de 4 cilindros a gasolina de injeção direta (116 cv)
•1.8L Híbrido – 4ª geração da motorização híbrida do modelo Prius e Toyota C-HR (122 cv)
•2.0L Híbrido – Nova motorização híbrida mais potente na plataforma global (TNGA) (180 cv)

Semelhante à decisão tomada em 2016 de lançar o Toyota C-HR sem uma versão diesel, a nova geração Auris só será comercializada com uma motorização gasolina e duas motorizações eletrificadas com a sua tecnologia híbrida (HEV).


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

Mais recentes