Too Good to Go pede para não levarmos recipiente próprio no combate ao desperdício alimentar

Esta é uma das novas regras da popular aplicação dinamarquesa. Tudo em prol da segurança dos utilizadores, claro.

recipiente próprio

Não se pode dizer que a Too Good to Go tenha encerrado atividade assim que a pandemia de COVID-19 “obrigou” a fechar cafés e restaurantes. Mas uma vez que a aplicação trabalha com esses estabelecimentos, tornou-se difícil dar opções aos utilizadores (também conhecidos como waste warriors) para que pudessem evitar o desperdício alimentar.

Assim, os responsáveis da aplicação resolveram mudar um bocadinho do conceito na app, permitindo que os restaurantes pudessem vender menus ao preço normal, num projeto que chamara de WeCare.

Agora, e uma vez que os restaurantes já estão em funcionamento, está na altura de voltar a salvar refeições. Mas com novas regras, claro.

A partir de agora, não poderão levar um recipiente próprio para recolherem as Magic Box. Este deverá ser entregue ou vendido pelo estabelecimento. Esta é uma medida que visa garantir a higiene e segurança no momento de recolha.

Porém, podem continuar a levar o vosso próprio saco. Esta medida faz sentido, porém, vai fazer com que o utilizador acabe por gastar mais 0,40€ ou 0,60€ por cada recipiente próprio.

Além disso, deve ser o próprio utilizador a fazer o swipe de confirmação de entrega da Magic Box no seu smartphone, mas esta já era uma medida em vigor, principalmente para aqueles espaços que nunca encerraram portas ou que continuavam a trabalhar em regime de take away e delivery.

Sigam-nos

10,852FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

Too Good To Go anuncia chegada a Aveiro, Viseu e Setúbal

São cada vez mais os estabelecimentos que combatem o desperdício alimentar.

LISBOA ZERO. A plataforma que vem combater o desperdício alimentar

Esta plataforma tem como cidade piloto Lisboa, mas o objetivo é ser replicada mundialmente, combatendo o desperdício alimentar.

Continente está a desenvolver plataforma para combater o desperdício alimentar

O Continente será a primeira marca a nível europeu a deter uma plataforma digital de gestão de doações e venda (B2B) dos seus excedentes.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Braga. Nova unidade hospitalar abre a 2 de novembro

Este projeto envolveu um investimento de 10 milhões de euros por parte do grupo Lusíadas Saúde resulta de um acordo com a Santa Casa da Misericórdia de Braga.

Antevisão – Astro’s Playroom. Duplamente sensacional

O novo comando da PlayStation 5 é a estrela desta experiência.