Tijolos de cânhamo (sim, leram bem) vão ser produzidos em breve por uma empresa portuguesa

- Publicidade -

Tudo graças a uma nova fábrica que começará a ser construída em 2023.

Devido à ascensão da popularidade dos suplementos de CBD – cada vez vemos mais lojas, físicas ou digitais, a venderem estes produtos -, tal fez com que o canhâmo, que se crê ter sido umas primeiras plantas cultivadas pelo ser humano, tenha ganho nova tração durante os últimos anos. Mas e se vos dissermos que o cânhamo pode até ser útil para a construção civil?

É pelo menos esse o objetivo da empresa portuguesa Cânhamor, que irá instalar uma unidade fabril de produção de tijolos em cânhamo na freguesia de Garvão, concelho de Ourique (Beja).

De acordo com o que Marcelo Guerreiro, do PS, disse à agência Lusa, o município terá cedido à Cânhamor um terreno em Garvão, com 36.457,44 m2, onde, algures durante 2023, começará a ser construída a nova fábrica.

Além de a fábrica ir criar 30 novos postos de trabalho, os tijolos de cânhamo “são uma alternativa ecológica, com propriedades térmicas e acústicas duráveis e resistentes comparativamente com os métodos de construção tradicionais”. A par disso, a sua produção “tem uma pegada de carbono negativa e zero desperdício”.

Na verdade, tijolos feitos em fibra de cânhamo são, desde há algum tempo, uma realidade em muitos países. Em Portugal, porém, esta é uma tendência recente, existindo já alguns edifícios com estes materiais.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes