Testes rápidos de antigénio passam a ser comparticipados a 100%

- Publicidade - trk
- Publicidade -

Uma medida que é temporária.

Os testes rápidos de antigénio (TRAg) vão ser comparticipados a 100%, de acordo com uma portaria do Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, hoje publicada em Diário da República.

Segundo esta nova portaria, a comparticipação é limitada a um máximo de quatro testes por mês e por utente e não se aplica aos utentes que têm o certificado de vacinação (que ateste o esquema vacinal completo) ou o certificado de recuperação, nem aos menores de 12 anos.

Além disso, o preço máximo da realização dos TRAg de uso profissional não pode exceder os 10€.

A portaria estabelece ainda que a realização dos testes COVID-19 poderá ter lugar nas farmácias de oficina e laboratórios de patologia clínica ou análises clínicas devidamente autorizadas pela Entidade Reguladora de Saúde (ERS).

Esta nova medida entra amanhã, 1 de julho, em vigor, pelo prazo de um mês, eventualmente renovável.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade - trk
- Publicidade -

Mais Recentes

Linha do Oeste vai ser finalmente modernizada

A capacitação da Linha do Oeste, até Caldas da Rainha, possibilitará a redução do tempo de viagem entre Caldas da Rainha – Lisboa e Torres Vedras – Lisboa em cerca de 30 minutos.

Stormzy fora do NOS Alive 2022. Horários já estão disponíveis

Está naquela altura de fazer escolhas.

Governo vai avançar com aeroportos no Montijo e em Alcochete. O de Lisboa é para fechar

O do Montijo, que será complementar, deverá estar pronto em 2026. Já o de Alcochete, que substituirá o de Lisboa, estima-se que entre em funcionamento em 2035.