Dream Wife, Paraguaii e Anabela Aya no Super Bock em Stock

O Super Bock em Stock regressa nos dias 23 e 24 de novembro à Avenida da Liberdade em Lisboa. Num cartaz que conta com nomes como Johnny Marr, U.S. Girls, Jungle, Conan Osiris, Natalie Prass, Tim Bernardes, entre tantos outros, ainda há espaço para surpreender. As bandas Dream Wife, Paraguaii e a cantora angolana Anabela Aya também já têm presença marcada naquele que é, seguramente, o festival mais emblemático do outono lisboeta.

- Publicidade -

As britânicas Dream Wife querem ser mais do que uma banda: elas querem dar o testemunho de uma maneira de estar na vida. E isso fica evidente pelos laços que unem Rakel Mjöll (voz), Alice Go (guitarra) e Bella Podpadec (baixo). Assumem-se como uma banda pop, inspiradas por nomes como David Bowie ou Madonna. O álbum de estreia, homónimo, foi editado este ano.

Paraguaii é o projeto formado por Giliano Boucinha (guitarra e voz) e Zé Pedro Correia (synths e baixo) – ao vivo a banda apresenta-se também com um baterista convidado. Tal como as origens do país em que se inspiraram, também o som dos Paraguaii pode ser um mistério para muitos. Foi em 2014 que o projeto tomou forma. O mês de dezembro desse ano marcou o lançamento de “She”/”Tucano Baby’s”, single que haveria de dar lugar a um EP, que haveria depois de dar lugar a um álbum, Scope, editado em 2016. Dream About the Things You Never Do é o nome do segundo álbum, difícil de catalogar no que diz respeito ao género musical, mas, certamente, um dos discos do ano de 2017.

É certo que o outono lisboeta vai beneficiar do calor da voz de Anabela Aya, uma das mais promissoras da música angolana da atualidade, uma autêntica pérola capaz de reunir na sua voz ecos de afro-jazz, blues, gospel e, claro, das melhores tradições musicais angolanas. Depois de uma carreira longa enquanto atriz, Anabela aventura-se agora na música. O primeiro disco tem o título de Kuameleli e foi editado em 2018.

O bilhete único válido para os dois dias do festival encontra-se à venda nos locais habituais, pelo preço de 45€, passando a 50€ nos dias do festival.

Já confirmados: Anabela Aya, Birds Are Indie, Cavalheiro, Charles Watson, Conan Osiris, Cuco, Conner Youngblood, Dino D’Santiago, Dream Wife, Elvis Perkins, Éme, Holly Miranda, Iguanas, Johnny Marr, Jungle, Mansionair, Nakhane, Natalie Prass, Paraguaii, Rejjie Snow, Still Corners, The Harpoonist and the Axe Murderer, The Saxophones, Tim Bernardes e U.S. Girls.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Vodafone Paredes de Coura pode ganhar mais dias em 2022

"Vamos elevar o risco, mas quero fazer uma edição histórica", disse recentemente João Carvalho, diretor do festival minhoto.

Festival O Sol da Caparica passa para 2022

A organização promete "uma edição incrível e inesquecível com muita música lusófona".

Música – Álbuns essenciais (junho 2021)

Uma dúzia de bons álbuns chegam para resumir o mês de junho.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Olympic Games Tokyo 2020 – The Official Video Game (Xbox One)

Olympic Games Tokyo 2020 – The Official Video Game é claramente uma abordagem simples, familiar e intuitiva aos Jogos Olímpicos, sendo um complemento perfeito nesta época em que acompanhamos os nossos atletas e desportos favoritos.

Análise – Microsoft Flight Simulator (Xbox Series X|S)

Microsoft Flight Simulator voa mais alto e torna-se ainda mais acessível com a chegada da versão de consolas.

Série live action de Pokémon está em desenvolvimento para a Netflix

Mas o projeto está ainda numa fase muito embrionária.