Splinter Cell está de regresso numa adaptação para a Netflix

A Netflix agarra mais uma série icónica.

Splinter Cell

Enquanto os fãs esperam e desesperam por um novo jogo focado nas missões de Sam Fisher, as suas aventuras vão acontecer fora das mãos dos jogadores. A Netflix e a Ubisoft revelaram que estão a trabalhar em conjunto para trazer Splinter Cell do limbo, numa adaptação em série animada para a gigante de streaming.

Com pelo menos duas temporadas garantidas, com um total de 16 episódios, Splinter Cell conta também com nomes de peso já associados, em particular Derek Kolstad, guionista de John Wick, que irá supervisionar este projeto. Outros detalhes são desconhecidos, deixando-nos apenas com questões sobre o que é que a série vai adaptar, se um dos jogos em particular ou algo completamente novo.

A série de jogos original da Ubisoft é baseada nas novelas de Tom Clancy e acompanha as missões de Sam Fisher, um ex-militar Navy SEAL que é, agora, um agente secreto da NSA.

A Netflix junta, assim, mais um “jogo” ao seu catálogo. De Dragon’s Dogma, passando por Castlevania e The Witcher (ainda que este seja mais adaptado dos livros do que de um jogo), a gigante do streaming parece querer ser o complemento perfeito para os fãs de videojogos, levando as histórias dos jogos até novos públicos e expandido os seus universos.

Splinter Cell ainda não tem data de estreia.

Fonte:Variety
- Publicidade -

Sigam-nos

10,689FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
622SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Em julho temos a espionagem de Splinter Cell na Xbox e o drama de Heavy Rain na PlayStation

Estes são dois dos nomes para as ofertas mensais das subscrições online das consolas da Microsoft e da Sony, mas não são as únicas.
- Publicidade -

Mais Recentes

Leroy Merlin vai apostar em lojas de grande, médio e pequeno formato

Cada uma com uma oferta de produtos e serviços ajustada.

Crítica – The Rental

Francamente, um filme de terror muito inocente.

Nova Carta do Mano a Mano – Os italianos não têm de ser todos iguais

E uma maneira boa de o fazer é trazer um Chef Executivo como Giovanni Pellegrini.