Sequela de “Sicario” muda de nome e recebe um novo trailer

- Publicidade -

O agressivo filme de Dennis Villeneuve, Sicario, que mostrava de forma bastante dramática e tensa os bastidores da guerra contra os cartéis de droga, vai ter uma sequela, agora realizada pelo italiano Stefano Sollima.

Nesta sequela, que recebeu agora o nome de Sicario: Day of the Soldado (anteriormente conhecido como Sicario 2: Soldado) voltamos ao encontro da personagem de Benicio Del Toro, Alejandro, que é novamente recrutado por Matt Graver (Josh Brolin), para raptar a filha de um barão da droga de forma a iniciar uma guerra entre cartéis, e de modo a que se eliminem uns aos outros. Com este plano a ser exposto, Alejandro é ordenado a matar a criança contra a sua vontade, sendo obrigado a arranjar outra solução.

Sicario: Day of the Soldado tem estreia internacional a 29 de junho, não se sabendo quando é que chega às salas de cinema nacionais.

De fora do elenco fica agora Emily Blunt, mas, para quem se interessa pela produção das coisas, é Taylor Sheridan (Sicario, Wind River, Hell of High Watter) que regressa com o novo argumento.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Crítica – Prey

Prey cumpre com as expetativas elevadas, sendo o primeiro filme da saga Predator a conseguir chegar perto ou até a ultrapassar o original.

Câmara Municipal de Coimbra vai comprar as duas salas de cinema do Edifício Avenida

Esta decisão surge na sequência do processo de leilão que decorria online na sequência da insolvência dos cinemas Millennium, que ameaçava a continuidade do projeto “Casa do Cinema de Coimbra”.

O novo filme de Super Mario Bros. tem nova data para 2023

Super Mario Bros. tem nova data de estreia para daqui a um ano.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Iberdola coloca em funcionamento, no distrito de Setúbal, a sua primeira central fotovoltaica em Portugal

A Algeruz II produzirá energia limpa suficiente para abastecer mais de 11.000 casas e evitar a emissão de 13.400 toneladas de CO2 por ano.