Sensible Soccers estão de volta com terceiro álbum

Os Sensible Soccers, banda que já fez embalar muitos portugueses, estão de volta com o seu terceiro disco de originais, Aurora, onde evocam um Portugal pessoal e otimista, da infância e das memórias inventadas.

- Publicidade -

A gravação, conduzida por João Brandão, decorreu em Dezembro de 2018 em regime de residência na Casa do Soto (Arouca). A produção é assinada por B Fachada, que acompanhou a construção do álbum e participa em três temas ao volante de um sintetizador modular. Os Sensible Soccers – Hugo Gomes, Manuel Justo e André Simão – contaram ainda, em todo o processo, com a colaboração de Sérgio Freitas (teclas) e Jorge “Cientista” Carvalho (percussão).

Aurora é lançado a 15 de março e teve o apoio à edição fonográfica da Fundação GDA. E também já há concertos de apresentação marcados: 16 de março no Cine-Teatro Garrett (Póvoa de Varzim), 3 de abril na Culturgest (Lisboa) e a 27 do mesmo mês no gnration (Braga).

Por enquanto, podem sempre ver e ouvir aqui em cima o primeiro single, “Elias Katana”.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,360FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

Efterklang, MadMadMad e Sensible Soccers no festival Aleste

Há três novidades, e de luxo, no festival Aleste 2020. Falamos dos dinamarqueses Efterklang, dos portugueses Sensible Soccers e dos franceses MadMadMad, projetos que adensam a lista de nomes que marcarão o dia maior da festa que, a 30 de maio, regressa ao Funchal e ao Complexo Balnear da Barreirinha.

The Waterboys e Sensible Soccers confirmados no North Music Festival

De um lado, uma banda histórica. Do outro, uma das melhores bandas portuguesas da atualidade. Falamos dos The Waterboys...

Sensible Soccers no Festival Para Gente Sentada

Ainda esta semana o festival foi formalmente anunciado e, desde logo, a organização foi rápida a confirmar os nomes...

Capitão Fausto, Sensible Soccers, Time For T e Bed Legs confirmados no Vodafone Paredes de Coura

Pode-se dizer que o melhor na atualidade da música portuguesa sobe ao palco do Vodafone Paredes de Coura. Começando pelos...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – Mank

Mank é uma homenagem bonita de David Fincher a Citizen Kane, que deixaria o seu pai tremendamente orgulhoso. Tecnicamente perto da perfeição, mas com alguns problemas narrativos.

Fórmula 1 – Grande Prémio do Bahrain mostra a importância do Halo

O impressionante acidente que deixou o carro de Romain Grosjean em chamas relembra a importância do Halo e de todas as medidas de segurança na prova rainha do desporto automóvel.

Análise – The Pathless

Despido de excessos, The Pathless apresenta um dos mundos abertos mais convidativos e misteriosos à exploração.