E não, os equipamentos não serão novos a estrear. Se bem te recordas, em setembro do ano passado surgiu um grande escândalo na Samsung, com os seus smartphones Galaxy Note 7 a explodirem um pouco por todo o mundo, resultado de um mau fabrico de baterias.

Seguiu-se um plano de recolha a nível mundial destes equipamentos, com a empresa coreana a anunciar recentemente que os dispositivos que não foram recolhidos serão desativados de forma remota. O telemóvel chegou, inclusive, a ser banido das viagens aéreas, dado o seu historial de explosões. E assim foi, um phablet que tinha tudo para ser um sucesso, mas que foi retirado do mercado.

Mas a história não vai ficar por aqui. Em conferência de imprensa, a Samsung anunciou que, em breve, irá colocar no mercado alguns Note 7 recuperados, isto é, versões refurbished do terminal. Chegando ao mercado neste mês de junho com o nome de Note 7R ou Galaxy Note FE, serão terminais exatamente iguais aos que foram recolhidos, exceto na bateria, que passa a ser de 3200 mAh, em vez dos originais 3500 mAh. Embora sem certezas, alguns relatórios indicam que chegarão 300.000 Note 7 recuperados ao mercado. O preço, esse, embora sem oficialização, será reduzido em 30% em relação ao original.