“Então parece que vem aí novo solo, não é? E com o pedante título de “Homem Branco e Privilegiado”, pois sou bué activista político e social.
Não é por nada, mas vai estrear no dia do meu aniversário… Por isso, em vez de me mandarem cuecas, boxers e preservativos usados de prenda, comprem bilhetes.
Vá, agora encham as salas que isto vai ser gravado e preciso de parecer um comediante de sucesso.
Os bilhetes já estão à venda na ticketline e nos locais habituais, sejam lá quais forem.
Até já!”

É assim que começa o post de Rui Cruz, humorista, guionista, stand up comedian e semifinalista das Olimpíadas de Matemática do Concelho de Arganil de 1998, na sua página de Facebook.

Depois de Cego, Surgo e Mudo, o primeiro solo deste licenciado em Arqueologia e História, Rui Cruz faz-se à estrada com o seu Homem Branco e Privilegiado já a 31 de outubro no Loucomotiva, em Coimbra; a 20 de novembro no Teatro do Bairro, em Lisboa, e, ainda, a 24 de novembro no Teatro Sá da Bandeira, no Porto. Os bilhetes já estão à venda por 10€ para o espetáculo de Coimbra e por 12€ para Lisboa e Porto.

Estão prometidas mais datas para ver, pelo que basta ficarem atentos à página de Facebook do humorista.

Ao longo da sua carreira, Rui Cruz já atuou por todo o país e pisou vários palcos importantes, escreveu uma coluna semanal de humor no jornal i, colaborou no 5 Para a Meia Noite e Benfica TV, foi guionista de programas como Gente da Minha Terra Europa II, Very Typical, Contragolpe, Roleta Russa, Homens da Luta, Gosto Disto!, Sábado à Luta e Gala Final do Toca a Mexer.

É ainda co-autor do livro “Very Typical – os piores hábitos dos portugueses”, foi co-autor e animador do programa de rádio Dona Branca e os seus 3 maridos, foi e é membro fundador dos grupos de comédia Aristocratas, Overdose, Anjos Negros e Overdose de Tourette, e, fora da comédia, é guionista dos programas de culinária A Sentada e Os Segredos da Tia Cátia.

Segue-nos nas redes sociais no Facebook, Twitter e Instagram.