Rock in Rio Lisboa 2018 | Dupla Anavitória espalhou amor, Diogo Piçarra cantou Xutos & Pontapés

Foi depois de darmos uma volta ao recinto e de conhecermos as novidades que começámos a nossa jornada com um concerto de Anavitória, dupla brasileira natural de Tocatins, Brasil, que abriu de forma oficial o Music Valley, considerado o segundo palco mais importante do festival.

- Publicidade -

Pode-se dizer que esta foi a primeira grande apresentação da dupla fora do seu país. Embalando os presentes com o seu “pop caipira”, como as próprias o descrevem, podemos ouvir músicas alegres e românticas como “Barquinho de papel”, “Coração carnaval”, “Chamego meu”, “Dengo” ou “Me Abraça”.

Apresentando-se de forma simples em palco, e descalças, foi também curioso perceber que já gozam de alguma popularidade em Portugal, uma vez que foram várias as pessoas que as acompanharam nas letras.

Apoiadas em palco por mais três músicos (baixo, guitarra e bateria), o momento alto chegou com “Trevo (Tu”)”, tema que venceu o Grammy Latino de Melhor Canção em Língua Portuguesa. Em Portugal, o tema foi regravado por Diogo Piçarra, daí o sucesso no nosso país.

A atuação terminaria com uma cover de “Dê um rolê”, dos Novos Baianos. Foi um bom concerto, com a dupla a deixar bons apontamentos. Certamente que as veremos por cá muito em breve.

Logo depois, era altura do português Diogo Piçarra inaugurar com pompa e circunstância o Palco Mundo do Rock in Rio-Lisboa.

O cantor, que ficou conhecido do grande público após vencer uma edição do concurso Ídolos, tem a carreira a correr de vento em poupa, e isso nota-se, com os hits que vai criando disco após disco.

Com temas retirados dos seus álbuns do=s e Espelho, Diogo Piçarra surgiu em palco acompanho por uma banda e vários bailarinos, que tudo fizeram para que fosse um concerto agradável, apesar do calor abrasador que se fazia sentir àquela hora.

Ainda assim, os momentos altos do espetáculo chegaram com uma versão ao piano de “Homem do Leme”, clássico dos Xutos & Pontapés, em forma de homenagem ao falecido Zé Pedro, e com a dupla brasileira Anavitória, para, em conjunto, interpretarem o sucesso “Trevo (Eu)”. O concerto teve ainda participação especial do fadista Marco Rodrigues.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

13,031FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
788SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Oficial: Concerto de Andrea Bocelli em Coimbra vai mesmo acontecer já em junho

A promotora Memories of Tomorrow deu a boa notícia nas redes sociais.

Metz regressam a Portugal no próximo ano

O trio canadiano dará dois concertos: um no Porto e outro em Lisboa.

Matosinhos Em Jazz não vai acontecer este ano

Por outras palavras, foi adiado para 2022.

Kings of Convenience regressam a Portugal em 2022

Eirik Glambeck Boe e Erlend Oye estão de volta com novo álbum... e nova digressão.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Netflix vai adaptar para inglês o filme sensação mexicano Nosotros Los Nobles

Nosotros Los Nobles é uma comédia mexicana baseada na peça El Gran Calavera.

Análise – Nier Replicant ver.1.22474487139… (Xbox One)

Uma fantástica e emocional jornada que requer as expectativas no sítio, especialmente para quem chega aqui depois de Nier Automata.

Novo filme de Dragon Ball Super prestes a ser anunciado

Houve um leak acidental... do site oficial.