fbpx

Restaurantes devem poder reabrir a 18 de maio, mas a 50% da capacidade

E serão necessárias mais medidas de segurança e higiene e, claro, distanciamento entre mesas.

restaurantes

Está para chegar uma nova realidade a Portugal, resta é saber se os portugueses aderir. Depois de aqui termos dito que cabeleireiros, livrarias e stands de automóveis iriam reabrir na próxima segunda-feira, dia 4 de maio, temos agora mais detalhes para partilhar relativamente a outros setores de negócio.

Falamos especificamente no caso da restauração, cujos estabelecimentos poderão reabrir a 18 de maio. Contudo, essa data de abertura tem algumas ressalvas.

Para já, sabe-se que os restaurantes poderão reabrir, sim, mas a 50% da capacidade. Isto implica, naturalmente, a um maior distanciamentos entre as mesas, bem como a normais de segurança e higiene. Por exemplo, é provável que, assim que um cliente ou clientes abandonem um restaurante, as mesas e cadeiras seja desinfetadas.

Porém, esta data destina-se somente a restaurantes, pois bares e estabelecimentos de diversão noturna, como discotecas, permanecerão fechados.

E no que toca aos ginásios? E aos jogos de futebol?

Está previsto que, a partir de 4 de maio, possam ser praticadas atividades desportivas individuais, embora sem uso de balneários. Quer isto dizer que ginásios, spas e afins permanecerão encerrados, para já.

No que toca ao futebol, o objetivo é que os jogos possam ser retomados a partir de dia 18 de maio, mas à porta fechada. Esta data está dependente da pandemia, pelo que é necessário não existir um agravamento, mas também da Liga e Federação, que terão uma decisão final.

Já em junho, se tudo correr bem, os estabelecimentos comerciais e superfícies de maior dimensão deverão reabrir portas.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Empresa portuguesa vai lançar linha de roupa preparada para a COVID-19

A coleção cápsula GOKÄ irá englobar uma sweat com gola incorporada, que substitui a máscara e filtra a 99%, calças de fato de treino e máscaras.

Empresa portuguesa desenvolve desinfetantes exclusivos contra a Covid-19

A solução surge por parte da Inokem, startup portuguesa de biotecnologia especializada em soluções químicas e biológicas, que se adaptou às exigências do mercado.

Rússia aprovou a primeira vacina contra a COVID-19

Vacina foi testada durante dois meses em humanos.

Tecnologia portuguesa inativa mais de 99% das partículas de COVID-19 no ar em apenas um minuto

A tecnologia foi criada no âmbito de um projeto liderado pelo Campus de Tecnologia e Inovação da BLC3, em Oliveira do Hospital.
- Publicidade -

Mais Recentes

Mayra Andrade no Coliseu do Porto – Um regresso pleno de brilho

Foram quase duas horas de um espetáculo emotivo, intenso e de grande partilha.