Redunicre passou a chamar-se Reduniq

Presente há 45 anos no mercado português, a Unicre entendeu ter chegado o momento de se reinventar e de reinventar as suas marcas comerciais Redunicre e Unibanco. Sob o mote O Futuro traz simplicidade, a empresa apresenta-se agora sob uma nova imagem que, além de transmitir uma maior abertura e proximidade aos clientes, pretende sublinhar a posição da Unicre no mercado como empresa de base tecnológica.

- Publicidade -

“Esta mudança de imagem surge da vontade da Unicre de acrescentar ainda mais valor ao setor dos pagamentos e aos seus clientes, bem como refletir a forte aposta da empresa na inovação de produtos e serviços. A digitalização de serviços e produtos que simplifiquem a vida dos nossos clientes, bem como o acompanhamento na internacionalização do negócio são as nossas principais apostas já para este ano”, explica João Baptista Leite, presidente da Unicre.

Como referimos, o novo posicionamento corporativo daquela que foi a primeira empresa portuguesa a oferecer um cartão de crédito aos consumidores nacionais e a primeira rede de aceitação de pagamentos com cartão não se fica pela imagem.

No âmbito deste rebranding, a Unibanco evolui para um posicionamento digital e a Redunicre passa, a partir de agora, a apresentar-se, não só sob o nome Reduniq, como o seu âmbito de ação galga fronteiras.

“O setor registou uma forte evolução, sendo a oferta cada vez mais digital. Neste sentido, a marca Unibanco fez o seu percurso de forma simples e natural, evoluindo também para um posicionamento digital. Já a Reduniq atualiza o seu naming para uma marca internacional que tem como ambição poder apoiar o tecido empresarial com soluções de aceitação para loja física ou comércio online, em Portugal e além-fronteiras”, explica o mesmo responsável.

Reduniq – Inovação ao serviço dos pagamentos

As soluções que faziam da Redunicre líder na inovação na área dos sistemas de pagamento transitam e desenvolvem-se com a mudança para Reduniq. A esse alargado e inovador leque de produtos onde se incluíam tecnologia e pagamentos contactless, terminais de pagamento físicos (vulgo tpa), vendas e pagamentos online, e-commerce e vendas à distância, juntar-se-ão, ainda este ano, duas novas soluções que irão revolucionar a forma como se efetuam pagamentos em Portugal.

O primeiro deles nasceu de uma parceria da Reduniq com a SIBS, dá pelo nome de Reduniq Smart e estará disponível nos próximos meses. De acordo com a Unicre, este serviço, suportado por um terminal de pagamentos Android, permite às empresas instalar apps de negócio orientadas para a otimização do processo de angariação e gestão de clientes, nomeadamente na agilização de ações como reservas ou marcações, validação de bilhetes e realização de pagamentos no próprio terminal, de forma integrada.

Sensivelmente na mesma altura em que o Reduniq Smart chega ao mercado, ventos de mudança atingirão o serviço de transportes do Porto. Do esforço conjunto de Unicre, Transportes Intermodais do Porto (TIP) e Visa surge uma inovação que permitirá ao utente efetuar o pagamento da sua viagem em qualquer meio de transporte público do Porto utilizando somente um cartão bancário contactless. Apesar de estar limitada, nesta primeira fase, à cidade do Porto, esta solução pioneira em Portugal tem por objetivo estender-se, no curto prazo, às principais cidades do país.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Análise – Razer Anzu

Os Razer Anzu são uma aposta no útil e agradável, que se distancia do mundo do gaming, com algo que pode ser uma bela ferramenta de comunicação dentro e fora de casa.

Xiaomi Mi 11 não vai trazer carregador

Está para começar uma nova era no mundo dos smartphones.

SwatchPAY! já funciona em Portugal

Para já, a parceria de pagamento contactless através da nova linha de relógios é exclusiva da Caixa Geral de Depósitos até 15 de janeiro.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Fórmula 1 – Grande Prémio de França com furos na estratégia da Mercedes

A Fórmula 1 voltou ao circuito Paul Ricard com a edição de 2021 do Grande Prémio de França e, se durante os treinos e qualificação, ficou a ideia que os Pirelli podiam sair furados novamente, afinal foi a estratégia da Mercedes que saiu feita em pedaços. No fim, quem festejou foi a Red Bull: vitória de Max Verstappen e 3º lugar para Sergio Pérez.

Mais antiga praça de touros de Portugal dará lugar a um centro cultural

O projeto é da Zaratan, uma associação de arte arte sediada em Lisboa.

Rede regional dos Açores vai ter nove novos percursos pedestres

Os municípios e juntas de freguesa têm agora 12 meses para implementar os traçados aprovados.