O Razer Blade 15 Advanced promete ser o portátil mais fino do mercado com uma GeForce RTX

PC Gaming em todo o lado.

- Publicidade -

A Razer volta a renovar os seus portáteis com uma nova versão do Razer Blade 15.

O Razer Blade 15 Advanced é o novo equipamento da marca desenhado para gaming e produção de conteúdos, prometendo ser o portátil mais fino do mercado com tecnologia RTX da Nvidia. Mas as novidades não se ficam por aqui.

O novo equipamento surge com o anúncio dos novos processadores Intel de 11ª geração com a série Intel Core i9 H, que se juntam aos novos GPUs GeForce RTX 3060 para portátil. Em conjunto, produzem resultados fluidos em ecrãs que podem ir até aos 360Hz.

Com 15.8mm de espessura, o novo Razer Blade 15 Advanced inclui configurações de armazenamento PCIe Gen4, memória RAM DDR4 a 3200MHz e capacidades de expansão SSD M.2.

Com versões que incluem GPUs GeForce RTX 3070, os novos Razer Blade 15 Advanced estão equipados com diferentes tipos de monitores: FHD a 360HZ, QHD a 240Hz ou, pela primeira vez, a 4K com tecnologia OLED.

São vários os modelos à escolha já disponíveis para pré-compra na loja online da Razer a partir de 2499,99€. Chegam ao mercado em junho.

Fonte:Razer
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Análise – Alba: A Wildlife Adventure (Xbox Series X|S)

Uma aventura de verão para todas as idades.

Análise – Mighty Goose (PlayStation 4)

Um ganso mercenário leva-nos numa viagem intergaláctica em busca de criminosos neste divertido jogo de ação e plataforma.

Razer vai de mala cheia à E3 com o ultra-portátil mais avançado de sempre

E com um novo monitor e uma máscara de proteção avançada.

Os Razer Opus X apresentam-se em diferentes cores

Um dos melhores auscultadores da Razer estão mais coloridos e baratos.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Há um novo restaurante Burger King em Alcochete

É o primeiro na zona e o 10º no distrito de Setúbal.

Serviços públicos essenciais obrigados a ter linhas telefónicas gratuitas

As empresas têm agora até ao próximo dia 1 de novembro para fazer cumprir este decreto-lei.