O novo teclado da Razer é para os minimalistas

A Razer revelou um novo teclado mecânico que é, provavelmente, o periférico mais minimalista e elegante da marca até agora.

- Publicidade -

É o BlackWidow Lite e, como o nome indica, é uma versão simplificada do seu teclado profissional BlackWidow.

Apesar de pertencer à linha BlackWidow, a sua versão Lite atualiza o seu design com uma placa de topo em alumínio, é menos arrojado, tem um aspeto mais monolítico e vem equipado com os switches mecânicos da Razer cor-de-laranja, categorizados como “táteis e silenciosos.”

Sem a parte do teclado numérico, o BlackWidow Lite é bem mais pequeno e versátil do que os teclados tradicionais e surge como uma solução mais portátil, preparado para ser usado com os equipamentos móveis da Razer, como o Razer Blade ou até o Razer Phone 2.

O novo teclado tem o seu cabo destacável e recorre à ligação USB-C ANC, tornando-se facilmente compatível com a nova geração de equipamentos.

Neste caso, é também compatível com o software Synapse 3, para programação de macros e teclas, mas deixa de fora o sistema de iluminação Razer Chroma, apresentando uma retroiluminação em tons de branco.

O Razer BlackWidow Lite já pode ser encontrado à venda por 99,99€.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Análise – Days Gone (PC)

Days Gone ganha uma nova casa com todos os conteúdos lançados ao longo do tempo e uma fantástica otimização para os PCs modernos.

Halo Infinite recebe novas imagens e detalhes da versão PC

A nova atualização de desenvolvimento do jogo inclui novos detalhes.

O novo rato Razer Orochi V2 promete bateria que nunca mais acaba

Com uma pilha, promete 900 horas de utilização continua.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Época balnear 2021. Eis as regras definidas pelo Governo

Comer bolas de Berlim? Sim. Mas jogar raquetes não é permitido.

Museu da Lourinhã ganha versão digital com a ajuda da Vodafone

O Museu Digital da Lourinhã dispõe, a partir de hoje, de um conjunto de soluções de Realidade Virtual.

Santuário do Cabo Espichel transforma-se em projeto com vocação turística

O imóvel está classificado de interesse público desde 1950, beneficiando, ainda, de uma Zona Especial de Proteção.