Quatro sugestões musicais que não podes perder na Netflix

Se és um adepto de concertos, festivais e boa música, mas nem sempre estás com disposição para ires para o meio da confusão, fica a saber que a Netflix tem alguns concertos e documentários que não podes perder.

- Publicidade -

Neste artigo, falamos-te de um concerto e três documentários exclusivos originais Netflix. São sugestões musicais que valem mesmo a pena ver.

Começamos com Justin Timberlake + Tennessee Kids, filme original Netflix realizado por Jonathan Demme, vencedor de um Óscar da Academia pela realização de The Silence of the Lambs, e produzido por Gary Goetzman (Olive Kitteridge, Mamma Mia!), vencedor de vários Emmy. Este filme, que nos mostra um fabuloso concerto do músico americano com os 25 membros dos The Tennessee Kids, aconteceu no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, e foi o último da digressão 20/20 Experience World Tour, que chegou a passar por Lisboa em 2014. Esta foi uma das digressões mais lucrativas da década, contando com 134 espetáculos em dois anos de digressão.

Passando para os documentários, Keith Richards – Under the Influence, trata-se, como já deves saber, de um documentário sobre o incomparável guitarrista dos Rolling Stones. Este original sintetiza horas de material raro e de conversas íntimas do próprio Keith, mostrando o seu atribulado percurso enquanto compositor, guitarrista e performer. Electric blues, country honky-tonk e southern soul são alguns dos estilos que influenciaram o músico e que estão patentes no documentário, levando à criação do seu primeiro álbum a solo em 23 anos.

KR 00136

O documentário que se segue fala-nos de Steve Aoki, reconhecido produtor internacional de música de dança eletrónica e ainda considerado por muitos como um dos mais famosos DJ da atualidade. I’ll Sleep When I’m Dead foi apresentado pela primeira vez no Tribeca Film Festival e foca-se na grande influência do conhecido DJ: o seu pai, Rocky Aoki, fundador da cadeia de restaurantes norte-americana Benihana e conhecido por ser um corajoso aventureiro.

aoki netflix echoboomer

Terminamos com This was Tomorrow, que nos dá “acesso” ao Tomorrowland, um dos maiores festivais de música do mundo. Aquele que é um dos festivais mundiais mais notáveis da atualidade, celebrou, em 2014, o seu 10º aniversário no Boom (Bélgica) com dois fins de semana de festival, teve três edições como TomorrowWorld em Chattahoochee Hills (Atlanta, EUA) entre 2013 e 2015, tendo, ainda, chegado pela primeira vez ao Brasil em 2015. O festival conta com milhares de visitantes de todo o mundo, pelo que deves ver este documentário, nem que seja para ficares “afetado” pelo espírito de festa.

Além destes documentários, que outras sugestões musicais propõem?

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Música – Álbuns essenciais (junho 2021)

Uma dúzia de bons álbuns chegam para resumir o mês de junho.

A Netflix vai em breve ser também uma plataforma de jogos

E já tem veteranos da indústria a ajudar neste plano.

Netflix vai exibir filmes com mão de mulheres cineastas portuguesas

Tudo graças a uma parceria com a Academia Portuguesa de Cinema.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Streamings da RTP2 e RTP3 passam finalmente para HD

Não, não é Full HD, mas tudo é melhor que o SD.

NOS Wi-Fi vai ser descontinuado em agosto

Estavam a contar com o serviço quando fossem de férias para aceder à Internet? É melhor pensarem em alternativas.