O PSVR não será compatível com a nova câmara da PlayStation 5

Não mandem já os vossos periféricos fora!

PlayStation VR
- Publicidade -

A retrocompatibilidade da PlayStation 5 revelou-se na semana passada como uma das funcionalidades mais fortes desta transição de geração, com apenas 10 jogos da PlayStation 4 excluídos.

Na lista de jogos compatíveis com a PlayStation 5, podemos encontrar praticamente todos os títulos do PSVR, algo útil para quem já tem um headset e jogos compatíveis. Porém, há um pequeno pormenor sobre o qual os jogadores de realidade virtual terão que ter em conta.

Apesar da enorme compatibilidade de acessórios da PlayStation 5, o PSVR parece não ser compatível com os novos acessórios, neste caso a nova câmara PS5 HD Camera. O que significa que, para se poder jogar jogos de realidade virtual na nova consola, vai ser necessária a câmara da Playstation 4, a PS Camera.

Esta informação pode ser encontrada no blog oficial da PlayStation, onde se pode ler mais sobre esta retrocompatibilidade, que requer também o uso do Dualshock 4 ou dos Move Controllers. Por isso, não arrumem já todos os vossos periféricos. E aproveitem para poupar uns trocos na nova câmara.

Fonte:PS Blog
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,691FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Giveaway Aventuras PlayStation – Temos 3 jogos para oferecer

Aventura-te com os três grandes jogos PlayStation que temos para oferecer.

A agenda da PlayStation 5 para 2021 começa a ganhar forma

Alguns dos jogos da nova consola da Sony receberam datas e janelas de lançamento.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Continente do Bebé é o nome da nova marca própria do Continente

Os produtos da marca estão em destaque na Feira do Bebé do Continente, que decorre em todas as lojas Continente até 24 de janeiro, com descontos diretos até 25%.

Restaurante lisboeta recusa-se a fechar portas durante o novo confinamento

O casal fundador do restaurante Lapo, em Lisboa, invoca a constituição para manter as portas abertas.

Carris ajusta serviço aos fins-de-semana e feriados

Mas durante a semana a oferta mantém-se inalterada.