PRR tem 243 milhões de euros para preservar património cultural português

- Publicidade -

60 milhões para Lisboa, 183 milhões para o resto do país.

“Investir no nosso património significa investir na preservação da nossa cultura, no que são as marcas da nossa identidade que foi sendo construída ao longo dos séculos”, disse esta semana o Primeiro-Ministro António Costa na inauguração do Museu do Tesouro Real, na ala poente do Palácio da Ajuda, em Lisboa.

O Primeiro-Ministro referiu que “o Plano de Recuperação e Resiliência prevê um investimento de 243 milhões de euros em património cultural”, dos quais “60 milhões vão ser aplicados na cidade de Lisboa e os restantes 183 milhões no conjunto do País”, referindo que “estão em andamento as obras de recuperação e requalificação da Sé de Lisboa e do Mosteiro da Batalha, e está em construção, para inauguração nos 50 anos do 25 de Abril, o Museu da Resistência e da Liberdade no Forte de Peniche”, entre outros.

António Costa afirmou que a conclusão do Palácio da Ajuda “é um momento de particular felicidade e que assinala este dia como histórico” por nele se “ver terminar uma obra iniciada há 226 anos”, acrescentando que além da conclusão das obras do palácio, ele inclui agora “a exposição do tesouro real, património dos portugueses e forma de homenagear a memória dos Reis e Rainhas de Portugal que constituíram este tesouro”.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Fundo de Apoio ao Turismo e ao Cinema com reforço de verbas

Significa, portanto, que está a correr tremendamente bem.

Relembra os mitos e lendas de Midgard no novo vídeo de God of War: Ragnarok

Prepara-te para a próxima aventura de Kratos e Atreus, num divertido resumo.