Os próximos navios da MSC Cruzeiros vão ser mais amigos do ambiente

Estarão equipados com tecnologias de última geração que minimizam o impacto ambiental.

MSC Cruzeiros
- Publicidade -

2021 terá dois novos navios da MSC Cruzeiros a entrar ao serviço, o MSC Virtuosa e o MSC Seashore, os mais recentes navios a serem entregues como parte do programa de expansão e crescimento de longo prazo da companhia. Tal como qualquer navio que se junta à frota da MSC Cruzeiros, estes navios estão a ser equipados com uma vasta variedade de tecnologias e equipamentos ambientais de última geração que minimizarão o seu o impacto.

Ambos os navios apresentarão sistemas híbridos de limpeza de gases de escape (EGCS) e sistemas de redução catalítica seletiva (SCR) de ponta, alcançando uma redução de 98% das emissões de óxido de enxofre (SOx) e reduzindo as emissões de óxido de nitrogênio (NOx) em 90%. Os seus sistemas de tratamento de águas residuais foram projetados de acordo com a Resolução MEPC 227 (64) da Organização Marítima Internacional e atingem padrões de purificação que são mais elevados do que a maioria das instalações de tratamento de águas residuais em terra.

Tal como todos os novos navios da MSC Cruzeiros, também estes serão equipados com ligação de energia shore-to-ship, permitindo que se liguem às redes de energia locais enquanto estão atracados em portos onde esta infraestrutura está disponível.

Em simultâneo, a MSC Cruzeiros anunciou que estabeleceu uma parceria com vários líderes da indústria para um projecto de pesquisa que promove o transporte marítimo de baixo carbono, através da combinação de tecnologias de energia progressiva e do design inovador de navios.

Liderado pela Universidade de Vaasa, o Consórcio CHEK – deCarbonising sHipping ao possibilitar a simbiose de tecnologia crucial em projectos de design de conceito em navios existentes – inclui, além da MSC Cruzeiros, a World Maritime University, Wärtsilä, Cargill, Lloyds Register, Silverstream Technologies, Hasytec, Deltamarin, Climeon e BAR Technologies.

Olhando para o futuro, em 2022 o MSC World Europa, o primeiro navio movido a LNG da companhia, será entregue e em 2021 iniciar-se-ão os trabalhos para um segundo navio a LNG, o quinto navio da classe Meraviglia.

O MSC World Europa figurará entre os navios de cruzeiro mais avançados tecnologicamente do mundo, trazendo uma série de inovações ambientais para o mercado. O principal será um projeto de tecnologia de célula de combustível de óxido sólido movido a LNG de 50 quilowatts, que apresenta um potencial para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em mais 25% em comparação com um motor LNG convencional.

À medida que os combustíveis sustentáveis com base não fóssil, como o bioLNG, ficam disponíveis, a MSC Cruzeiros antecipa a sua implantação generalizada nos seus navios movidos a LNG para reduzir ainda mais as emissões de gases de efeito estufa.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

MSC Cruzeiros volta a ter embarques e desembarques na Madeira

Apontem na agenda: outubro e novembro de 2020. Serão estes os meses em que volta a ser possível embarcar...

MSC Cruzeiros vai ter uma nova volta ao mundo e uma ilha privada para os clientes

A MSC Cruzeiros apresentou o novo catálogo com as novidades para a temporada 2019-2020, apresentando cruzeiros entre março do...

MSC Cruzeiros ensina famílias a tirar melhores fotos e vídeos

A MSC Cruzeiros, a maior companhia privada de cruzeiros do mundo e líder de mercado na Europa, incluindo Portugal,...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Arcane com estreia em simultâneo na Netflix e na Twitch

O primeiro episódio poderá ser visto em conjunto com milhões de fãs em todo o mundo.

Grupo Barraqueiro pretende usar carruagens espanholas para ligar Braga a Faro

O objetivo é tornar-se o primeiro operador ferroviário de longo curso em Portugal.

Vila Galé quer abrir hotéis nos Açores e em Tomar em 2022

Além disso, há planos para uma nova unidade hoteleira para crianças no Alentejo.