Protetores solares que respeitam o meio ambiente

por Echo Boomer

Com a chegada do Verão, é necessário ter cuidados com a pele diariamente, e não só quando relaxamos na praia. A A-derma oferece uma gama de protetores solares ideal para o dia a dia, com a vantagem que é um produto natural, com base em princípios ativos de plantas e amigo do ambiente e da pele da vossa família. Indicado para crianças, peles sensíveis ou atópicas, esta gama vai proporcionar-vos um Verão ecológico.

Vantagens dos protetores solares biodegradáveis

Este protetores solares são normalmente produzidos através do uso de ingredientes naturais e extratos de plantas, como o óxido de zinco ou dióxido de titânio, refletindo os raios UV, sejam eles UVA ou UVB, antes que estes nos toquem na pele. Como não contêm substâncias químicas como oxibenzona ou metoxicinamato de octilo, parabenos, derivados de canfora, cinamatos, benzofenonas, triclosan, ácido paraminobenzoico ou octocrileno, não poluem ou destroem os oceanos e proporcionam efeitos hidratantes e regeneradores à nossa pele, sendo altamente recomendados para pessoas com peles sensíveis, crianças e grávidas.

Este tipo de protetores solares biodegradáveis, que protegem o nosso corpo da mesma forma que um protetor solar químico, ao utilizarem nanopartículas com base em sílica, que não reagem ao oxigénio quando em contacto com a água, evitam a destruição dos bancos de corais e não afetam negativamente outras vidas marítimas.

Como funcionam?

Um protetor solar tradicional, com ingredientes à base de químicos, quando em contacto com raios do tipo UV reage quimicamente, absorvendo os ditos raios. Esta absorção pode ser nociva ao nosso corpo, se a proteção oferecida pelo protetor solar for de baixa intensidade. Um protetor solar biodegradável, orgânico ou mineral, quando exposto a raios UV, reflete-os, repelindo-o e protegendo o nosso corpo de qualquer tipo de absorção prejudicial. Os protetores solares biodegradáveis funcionam como uma capa protetora do nosso corpo, repelindo estes raios nocivos da nossa pele.

Amigos do ambiente

A maioria dos protetores solares tradicionais não só enchem o nosso corpo de químicos, como contêm ingredientes que são nocivos para o meio ambiente, destruindo ecossistemas de corais e a vida nos oceanos. Os mais recentes estudos científicos identificaram que alguns dos componentes químicos e nanopartículas bloqueadoras de sol, quando em contacto direto com a água dos oceanos, são tóxicos e provocam danos irreversíveis nos recifes de corais. A proibição de utilização deste tipo de produtos químicos foi já regulamentada em países da Oceania, entrando em vigor a partir de 2020. Será multado quem persistir na utilização de protetores solares que contenham, pelo menos, um dos dez químicos proibidos.

Esta medida pode parecer radical, mas a verdade é que os cientistas estimam que cerca de 14 mil toneladas de protetor solar seja despejadas diariamente nos oceanos, prejudicando a reprodução de corais jovens e levando à sua descoloração, chegando a interferir com a reprodução de peixes e destruindo por completo o habitat destes ecossistemas marinhos frágeis.

Os protetores solares orgânicos e biodegradáveis, como são compostos por ingredientes naturais, não poluem as águas do mar, não interferindo com qualquer ecossistema ou contribuindo para o aumento da temperatura dos oceanos, ajudando a preservar a natureza e garantindo um futuro melhor para as gerações vindouras.

Ajudem a vossa pele ajudando o ambiente e descubram esta nova geração de protetores solares ecológica, biodegradável e, acima de tudo, muito mais saudável para o vosso corpo. Desejamos-vos um Verão radiante e protegido! Aproveitem ao máximo.

Também pode interessar

Deixar uma resposta

O Echo Boomer utiliza cookies para dar a melhor experiência possível aos nossos leitores. Aceitar Ler mais

%d bloggers like this: