Projeto português usa peças impressas em 3D para ajudar pessoas com deficiência

por Echo Boomer

A proposta do 3Dprint4Good aponta para a criação de produtos de apoio completamente adaptados às características anatómicas específicas de cada pessoa com deficiência ou incapacidade congénita ou adquirida, bem como à função a que se destinam. O objetivo destas peças, moduladas com software CAD e impressas em 3D, é compensar, atenuar ou neutralizar a incapacidade de quem a elas recorre.

Esta é uma solução que visa promover a maior autonomia na concretização de simples atividades quotidianas, como seja a alimentação, a escrita ou a higiene, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida e inclusão social dos seus utilizadores.

Com uma equipa multidisciplinar, este é um projeto que acaba por envolver profissionais de várias áreas. Rafael Batista é engenheiro mecânico com experiência na investigação e desenvolvimento na indústria de prototipagem e modelação, Ana Filipa Rocha é terapeuta da fala com experiência nas áreas da inclusão e reabilitação e José Nunes é responsável pelo marketing e comunicação, assim como pela gestão de clientes.

De resto, o 3Dprint4Good venceu o Prémio Social ao Centro da 9ª edição do Arrisca C, na categoria de Ideias de Negócio. tualmente a decorrer, o Arrisca C tem-se revelado um dos mais competitivos concursos de empreendedorismo e inovação a nível nacional.


 

Deixar uma resposta

Também pode interessar

O Echo Boomer utiliza cookies para dar a melhor experiência possível aos nossos leitores. Aceitar Ler mais

%d bloggers like this: