E porque não optar por produtos em segunda mão a pensar no Natal?

- Publicidade -

Não só é uma forma inteligente de comprar, como é também uma forma mais responsável de consumo.

Foi no passado mês de maio que chegou a Portugal a Vinted, considerado o maior marketplace de moda em segunda mão da Europa. O objetivo é claro: tornar a compra e venda de roupa e acessórios em segunda mão mais acessível através de uma plataforma fácil de usar.

Quer seja para ganhar algum dinheiro extra enquanto se esvazia o armário ou apenas para adotar hábitos de consumo mais responsáveis em relação à moda, os portugueses podem agora livrar-se de várias peças e receber 100% do valor de venda, uma vez que não existem taxas na Vinted. Basta fazer o registo e começar a fazer upload dos artigos.

Ora, e com uma missão tão nobre, porque não utilizar a Vinted a pensar neste Natal? Tipicamente, a época natalícia, apesar de muito se promover os bons momentos em família, está muito ligada ao consumismo. Temos de admiti-lo. Mas a verdade é que todos nós podemos ser mais conscientes.

Assim, podem (e devem) optar por artigos em segunda mão. Não apenas para os outfits festivos durante jantares e festas de Ano Novo, mas também para presentes. Além disso, cada vez mais pessoas percebem que comprar produtos em segunda mão não é só amigo da carteira, mas com a variedade de estilos disponíveis, torna-se numa forma inteligente de comprar, ao mesmo tempo que oferece uma forma mais responsável de consumo.

Atenção: Embora oferecer produtos em segunda mão ainda seja algo muito estigmatizado, tal não quer dizer segunda escolha ou velho, e é importante lembrar que isto também conta para presentes. Existem muitas ideias de presentes e artigos valiosos que trazem com eles histórias bonitas que estão à espera de um novo dono que ficará encantado por os receber. Optar por um artigo em segunda mão não diminui o espírito de oferecer. Aliás, se for bem feito, até pode ser mais significativo, por ser mais do que entrar numa loja e escolher o que está disponível.

Com a segunda mão podemos ir à procura do específico, daquela peça que já não se encontra à venda ou daqueles óculos vintage que aquela pessoa especial tanto queria.

No caso da Vinted, oferece uma variedade de opções exclusivas de decoração de casa, livros, brinquedos de crianças, sapatos, acessórios e roupa em todos os tipos de cores, tamanhos e estilos. Mesmo que a roupa em segunda mão não seja a primeira opção a ser considerada para presentes, esta categoria oferece uma gama de opções ampla.

A Vinted tem mais de 760.000 relógios em segunda mão e 1,4 milhões de lenços dentro da categoria de acessórios em saldos para homem e mulher em Vinted.pt. Podem também encontrar muitas joias e outros acessórios de moda.

Querem algumas dicas? Sigam as seguintes e serão uns “prós” nesta plataforma:

  • Sejam conscientes no tempo – Comecem por procurar presentes com tempo suficiente para conseguirem encontrar aquela peça única. Na Vinted nunca é demasiado cedo para encontrar uma pechincha, portanto, não é preciso esperarem pelos saldos de final do ano das lojas. Mas quando começam a vossa procura pelos melhores presentes do ano no início de novembro, isto também significa que não existirão as filas stressantes das lojas com os outros compradores de última hora.
  • Guardem e partilhem a vossa “Lista de Desejos” – Não fiquem com medo de perguntar às pessoas de quem mais gostam se elas têm pedidos especiais, até porque, desta maneira, previnem-se de oferecer presentes que nunca serão usados. Podem também criar uma lista e guardar ideias que tenham tido durante o ano, assim não se esquecem do que querem até o momento chegar. Isto também ao contrário: podem partilhar que este ano só querem receber presentes em segunda-mão, digam quais são os vossos produtos favoritos na Vinted e partilhem o vosso guia de presentes em segunda mão, ajudando-os a começar.
  • Mantenham contacto com o o vendedor – Sintam-se à vontade para estar em contacto com o vendedor da Vinted e perguntem se existe alguma história por detrás do produto que eles vendem. Nunca sabem que tipo de impacto, ou memórias, um artigo pode ter tido numa pessoa. Isto pode ser uma história memorável para partilhar. Por exemplo, aquele casaco de ganga vintage que acompanhou o vendedor em muitas viagens e que está agora preparado para uma segunda vida com o seu novo dono!

Querem também algumas formas sustentáveis de embrulhar presentes? Ora tomem lá:

  • (Re)Utilizem o que já têm em casa: Em vez de irem comprar papel embrulho, cartões ou laços, comecem por organizar o que já têm. Vão ficar impressionados com o que podem encontrar. E que tal um jornal velho que tem estado pousado já há bastante tempo? Aquela revista que já não sabem o que fazer com ela? Ou aquele cordão de linho que compraram para decorar a casa? Todos os materiais podem ser usados para um tipo de embrulho mágico.
  • Existe mais do que papel: Sobras de tecido, toalhas de chá e lenços de seda podem ser usados em vez do papel de embrulho tradicional. Basta amarrá-los com fita ou um cordão. Além disso, quem recebe pode ficar com o material como bónus do presente.
  • Sejam criativos: Um presente começa com o embrulho, uma vez que é a primeira coisa que se vê! O papel de embrulho comum não é necessariamente a melhor opção estética. Existem várias maneiras de ser criativo com o embrulho dos presentes. Podem criar a vossa própria colagem de diferentes tipos de revistas, jornais e até de materiais reciclados, que dão uma sensação mais “crua” ao presente.
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes