fbpx

António Zambujo e Pedro Seabra no dia 12 de julho do Palco EDP Fado Cafe do NOS Alive

O EDP Fado Cafe, o palco do NOS Alive que se orgulha de receber os mais consagrados nomes do Fado, bem como outros artistas com fortes relações com este género musical único, acaba de confirmar o nome dos dois anfitriões de dia 12 de julho. António Zambujo, um dos mais importantes artistas da música portuguesa, e Pedro Seabra, o jovem fadista que em tão pouco tempo conquistou o público português, são as vozes que vão encher o palco da Rua EDP no primeiro dia do festival.

António Zambujo dispensa apresentações. Um dos maiores artistas da música portuguesa, com provas dadas do seu tremendo sucesso em terreno nacional e internacional, vai apresentar no dia 12 de julho um espetáculo onde será possível testemunhar como este estilo está bem presente no seu reportório. O cantor e compositor, cuja trajetória musical tem caminhado entre o Fado e o Cante Alentejano, num estilo único, conta com recordes históricos de salas esgotadas, vários prémios da indústria e uma discografia irrepreensível com oito álbuns editados.

Neste mesmo dia sobe ao Palco EDP Fado Cafe o jovem talento Pedro Seabra. Foi convidado para ter participações em palcos importantes e conquistou as ruas de Alfama com a sua alma castiça e timbre vocal. Depois de se ter dedicado aos estudos em Espanha e de abraçar vários trabalhos um pouco por todo o mundo na área da hotelaria, regressa a Portugal com o forte objetivo de se dedicar à sua grande paixão, a música. Começou a fazer concertos em nome próprio e, em 2019,  promete lançar o seu primeiro disco.

O Palco EDP Fado Café, o sétimo palco do NOS Alive, nasceu na 10.ª edição, na Rua EDP, uma zona renovada do recinto com cenografia tradicional portuguesa. Trata-se de um palco que tem dado provas de ser um verdadeiro sucesso, fortemente aplaudido pelo público e pela imprensa nacional e internacional. A requalificação desta rua com 150 metros de comprimento, eminentemente inspirada na traça pombalina, volta a albergar vários elementos da cultura portuguesa, entre eles a recriação do Museu da Eletricidade e do MAAT, dois verdadeiros ícones da cidade de Lisboa. Nesta zona vive o Palco EDP Fado Cafe, dois espaços centrais de ativação da EDP, e ainda várias zonas comerciais. O projeto é da autoria do arquiteto Rui Francisco e a produção está a cargo da EPC (Empresa Portuguesa de Cenários).

De recordar que o NOS Alive’18 está praticamente esgotado, estando agora somente disponíveis os últimos bilhetes para dia 13 de julho.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

NOS Alive. Bilhetes anteriormente adquiridos têm de ser trocados para a edição de 2021

A organização do NOS Alive recebeu finalmente as indicações governamentais para responder às questões relacionadas com bilhetes previamente adquiridos.

Há mais uma reconfirmação para o NOS Alive 2021

Depois dos Da Weasel, Angel Olsen junta-se à edição do próximo ano.

NOS Alive já tem datas para 2021. Da Weasel confirmados no cartaz

"Este será o primeiro julho sem NOS Alive", começa por dizer a Everything is New em comunicado oficial.
- Publicidade -

Mais Recentes

MO lança linha especial de longsleeves anti-COVID para crianças

A coleção é inteiramente desenhada e fabricada em Portugal.

Mayra Andrade no Coliseu do Porto – Um regresso pleno de brilho

Foram quase duas horas de um espetáculo emotivo, intenso e de grande partilha.