Todos os postos de carregamentos de carros elétricos vão passar a ser pagos em junho

Era algo há muito anunciado, pelo que tudo o que é grátis tem um fim. Em conferência de imprensa na passada sexta-feira, dia 27 de dezembro, Luís Barroso, presidente da rede Mobi.e, disse que os carregamentos de carros elétricos nos postos de carregamento da rede pública vão passar a ser todos pagos a partir de junho.

- Publicidade -

De momento, os carregamentos de elétricos são pagos nos postos de carregamento rápidos e também nos postos de carregamento normal em zona privada.

No mesmo dia, o presidente da Mobi.e anunciou o lançamento de um concurso público internacional para a concessão de 643 postos de carregamento de veículos elétricos em 278 municípios por um período de 10 anos. Estes postos tanto podem ser lentos (3 kWh) como sei-rápidos (22 kWh) e serão instalados ao longo das cinco regiões NUT II (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve).

A estes 643 postos normais, poderão acrescer até 20 postos de câmaras municipais.

Em 2018 foram vendidos mais de oito mil elétricos. No ano passado, e até novembro, o ministro do Ambiente e da Transição Energética revelou que tinham sido adquiridos 11 mil veículos.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

miio vai assumir o custo da nova tarifa MOBI.E

A empresa portuguesa quer assegurar-se que os utilizadores não pagam esta taxa adicional.

Pontos de carregamento de veículos elétricos das lojas Mercadona passam a integrar a rede MOBI.E

Atualmente, a Mercadona conta com 40 pontos de carregamento distribuídos pelas 20 lojas existentes em Portugal.

Carregamento de veículos elétricos na rede Mobi.E pode agora ser feito de forma 100% digital

Ou seja, não será necessário recorrer a um cartão de carregamento físico.

Depois da Uber e Kapten, Bolt lança viagens em carros 100% elétricos

Para já, esta novidade está somente disponível em Lisboa. Nesta tarifa, são cobrados 0,09€ por minuto e 0,59€ por quilómetro. A tarifa inicial é de 2,5€, ou seja, será sempre o mínimo a pagar.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

La Roche-Posay lança primeiro protetor solar que integra cartão na produção da sua embalagem

Para reduzir em 45% o uso de plástico virgem (quando comparado com a média de embalagens do mercado).

Há novos donuts Kit Kat à venda no Continente por tempo limitado

Uma versão que não vão encontrar noutros super e hipermercados.

Vacinação para maiores de 18 anos arranca a 4 de julho

A vacina é uma ferramenta fundamental para combatermos a pandemia.