Portugueses querem ficar em casa no pós-pandemia

É o que diz uma consulta da FIXANDO realizada junto de 1300 empresas. Afinal, entre tanta coisa má, há que retirar ilações positivas desta pandemia.

pandemia
- Publicidade -

Será que a pandemia de COVID-19, que obrigou a que as empresas adotassem o teletrabalho, veio mudar mentalidades e o modo de colaborar no futuro? Bom, um inquérito levado a cabo pela FIXANDO refere precisamente os benefícios de trabalhar a partir de casa.

Após ter consultado 1300 empresas e respetivos trabalhadores, a FIXANDO concluiu que tanto patrões como funcionário estão em sintonia quanto à eficácia do teletrabalho.

Do lado dos patrões/empregadores, 45% diz que a produtividade e as receitas aumentaram, embora 31% discorde. Do lado dos trabalhadores, 55% sente-se mais produtivo e a gerar mais receitas a partir de casa.

Por outro lado, dos empregadores inquiridos, 75% defende que não devem regressar já ao trabalho “normal”, ou seja, que devem continuar em teletrabalho.

Já no longo prazo, 65% dos trabalhadores prefere mesmo ficar a trabalhar a partir de casa, contra 20% que prefere ir para os seus locais de trabalho habituais. Já do lado dos empregadores, 59% acredita no teletrabalho a longo prazo como uma solução, contra 22% que não vê essa possibilidade com bons olhos.

Os resultados da consulta adiantam ainda que, com o teletrabalho e o confinamento, resultantes da pandemia, 43% dos portugueses adquiriram hábitos mais sustentáveis, destacando-se a redução da utilização de transportes (48%), a redução de consumo de bens processados (31%) e um aumento no consumo de bens locais (28%). 25% afirma que reduziu ou deixou mesmo de consumir bens não essenciais.

Fonte:FIXANDO
- Publicidade -

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Oito dicas a adotar para tornar o teletrabalho numa realidade mais segura

São formas de evitar riscos em casa e, também, de manter a família feliz.

Teletrabalho: A lista de ferramentas úteis para começarem já a utilizar

Com a pandemia de COVID-19, que exigiu o isolamento social presencial, o teletrabalho assumiu uma importância acrescida em todo o mundo.

Pandemia troca as voltas ao Desconcerto e faz o espetáculo passar para 2022 em Lisboa

Uma situação que não tem sido muito bem gerida e que teria sido facilmente "resolvida" se tivesse decidido logo adiar os espetáculos para 2022.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Bolt Food passa a estar disponível em toda a linha de Sintra

O serviço de delivery continua a expandir-se no território nacional.

Há novidades vegan na Subway

Uma sandes e uma cookie, para sermos mais exatos.

Análise – Breathedge (PlayStation 4)

Sobrevivam à imensidão no espaço neste novo jogo de sobrevivência.