Portugueses querem ficar em casa no pós-pandemia

É o que diz uma consulta da FIXANDO realizada junto de 1300 empresas. Afinal, entre tanta coisa má, há que retirar ilações positivas desta pandemia.

pandemia
- Publicidade -

Será que a pandemia de COVID-19, que obrigou a que as empresas adotassem o teletrabalho, veio mudar mentalidades e o modo de colaborar no futuro? Bom, um inquérito levado a cabo pela FIXANDO refere precisamente os benefícios de trabalhar a partir de casa.

Após ter consultado 1300 empresas e respetivos trabalhadores, a FIXANDO concluiu que tanto patrões como funcionário estão em sintonia quanto à eficácia do teletrabalho.

Do lado dos patrões/empregadores, 45% diz que a produtividade e as receitas aumentaram, embora 31% discorde. Do lado dos trabalhadores, 55% sente-se mais produtivo e a gerar mais receitas a partir de casa.

Por outro lado, dos empregadores inquiridos, 75% defende que não devem regressar já ao trabalho “normal”, ou seja, que devem continuar em teletrabalho.

Já no longo prazo, 65% dos trabalhadores prefere mesmo ficar a trabalhar a partir de casa, contra 20% que prefere ir para os seus locais de trabalho habituais. Já do lado dos empregadores, 59% acredita no teletrabalho a longo prazo como uma solução, contra 22% que não vê essa possibilidade com bons olhos.

Os resultados da consulta adiantam ainda que, com o teletrabalho e o confinamento, resultantes da pandemia, 43% dos portugueses adquiriram hábitos mais sustentáveis, destacando-se a redução da utilização de transportes (48%), a redução de consumo de bens processados (31%) e um aumento no consumo de bens locais (28%). 25% afirma que reduziu ou deixou mesmo de consumir bens não essenciais.

Fonte:FIXANDO
- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Há novos espaços de teletrabalho em três locais da rede Aldeias de Montanha

Os três espaços inaugurados fazem parte da Rede Nacional de Espaços de Teletrabalho ou Coworking no Interior.

Oito dicas a adotar para tornar o teletrabalho numa realidade mais segura

São formas de evitar riscos em casa e, também, de manter a família feliz.

Teletrabalho: A lista de ferramentas úteis para começarem já a utilizar

Com a pandemia de COVID-19, que exigiu o isolamento social presencial, o teletrabalho assumiu uma importância acrescida em todo o mundo.

Pandemia troca as voltas ao Desconcerto e faz o espetáculo passar para 2022 em Lisboa

Uma situação que não tem sido muito bem gerida e que teria sido facilmente "resolvida" se tivesse decidido logo adiar os espetáculos para 2022.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Bird faz melhor que a Link e oferece viagens no dia de voto

São oferecidas duas viagens de 15 minutos cada.

Hotel Casino Chaves tem o único posto de carregamento ultra rápido universal de Trás-os-Montes

O Hotel Casino Chaves torna-se assim numa unidade mais completa com a parceria feita com a Power Dot Portugal.

Igreja de Bragança com estatuto de monumento foi vendida para pagar dívida a empreiteiro

A igreja foi a leilão como “espaço dedicado ao culto da religião católica”.