Portugueses aderem cada vez mais ao tabaco aquecido

Em Portugal existem já mais 150 mil ex-fumadores que trocaram os cigarros pelo IQOS, a nova tecnologia que aquece o tabaco sem o sujeitar a combustão, diminuindo em média mais de 90% a exposição do utilizador aos constituintes tóxicos existentes no fumo dos cigarros.

- Publicidade -

Portugal foi o quarto país no mundo a iniciar a comercialização de IQOS, que conta já hoje com cerca de seis milhões de consumidores em todo o mundo e se encontra presente em mais de 30 países. Em breve serão lançadas em Portugal duas novas versões do IQOS, que introduzem novas funcionalidades e procuram dar resposta a sugestões de melhoria entretanto apresentadas pelos próprios utilizadores.

Além disso, com cerca de 70%, Portugal é dos países no mundo que apresenta uma maior taxa de conversão, isto é, que averba das mais significativas percentagens de ex-fumadores que após experimentação adotam a alternativa do tabaco aquecido e nunca mais regressam ao consumo de cigarros.

Desde 2008, a Philip Morris International (PMI), de que a Tabaqueira é subsidiária em Portugal, investiu mais de 3,5 mil milhões de euros na investigação, desenvolvimento e avaliação de uma série de produtos de risco reduzido, como o tabaco aquecido, definidos como produtos com o potencial de reduzir o risco individual e a nocividade para a população face aos produtos de tabaco combustíveis. No projeto estão envolvidos mais de 430 cientistas e especialistas de diversas áreas do conhecimento.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

City Center Covilhã terá 14 lojas e abre até junho de 2023

Um complexo comercial com três pisos e situado no principal eixo rodoviário da Covilhã.

Jardim Sonoro 2022 acontece uma semana após o previsto

Desta forma, os festivaleiros já não têm de decidir se vão a este festival ou se ao Kalorama.