Portugal quer ter 2,5 milhões de vacinados com terceiras doses até janeiro

- Publicidade -

O objetivo continua a ser o de vacinar primeiro os mais vulneráveis enquanto os restantes serão progressivamente agendados por faixa etária até janeiro.

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, afirmou que o objetivo de vacinação contra a Covid-19 inclui a administração de terceiras doses a 2,5 milhões de cidadãos até janeiro de 2022.

Em Lisboa, numa conferência de Imprensa sobre a campanha de vacinação contra a Covid-19 e a gripe sazonal, o Secretário de Estado salientou que, neste momento, mais de 850 mil pessoas já receberam a dose de reforço contra a Covid-19 e acrescentou que mais de 1,6 milhões já foram vacinadas contra a gripe.

António Lacerda Sales salientou que a pandemia tem obrigado a uma adaptação constante e realçou que, numa fase inicial, havia um universo de 1,5 milhões de pessoas elegíveis para a primeira dose até 19 de dezembro. “Hoje o universo é maior devido à redução entre a segunda e a terceira dose de seis para cinco meses e à entrada de todas as pessoas que receberam a vacina de Janssen entre os elegíveis para dose de reforço”, afirmou.

Portugal já administrou mais de 50 mil pessoas com a terceira dose e o Secretário de Estado reiterou o objetivo de vacinar as 1,5 milhões de pessoas previstas na primeira fase e acrescentou a meta de vacinar 2,5 milhões de euros até janeiro.

“Para isso, vamos ter centros de vacinação abertos nos dias 5, 8, 12 e 19 de dezembro para vacinar a população com mais de 50 anos a quem foi administrada a vacina da Janssen”, referiu António Lacerda Sales, salientando que “há mais de 250 mil pessoas nestas circunstâncias”.

O objetivo continua a ser o de vacinar primeiro os mais vulneráveis enquanto os restantes serão progressivamente agendados por faixa etária até janeiro.

- Publicidade -
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Roger Waters marca segundo concerto em Portugal

Isto tudo porque o primeiro concerto já esgotou.

Vodafone chegou a acordo para adquirir a NOWO

Isto poderá fazer com que a operadora se expanda para cidades que, até aqui, não possuem a fibra Vodafone.

Música – Álbuns essenciais (agosto 2022)

Agosto foi cheio de surpresas, especialmente de artistas de quem ninguém esperava nada. Ao contrário de Julia Jacklin, Danger Mouse...