Portugal terá mais de duas mil vagas para formação médica especializada em 2023

- Publicidade -

Um crescimento de 115 vagas (+6%) face a 2022, quando foram abertas 1939 vagas.

2.054 vagas. É este o número exato que Portugal terá para a formação de médicos especialistas em 2023, naquele que é, também, o maior mapa de vagas de sempre.

Correspondendo ao compromisso político de dar uma equipa de família a todos os portugueses, a especialidade de Medicina Geral e Familiar é a área com maior número de vagas, precisamente 574. Trata-se de um acréscimo de 53 vagas (+10%) em relação a 2022 e o maior número de vagas de sempre nesta especialidade central para o sistema de saúde. Destaca-se a abertura de 200 vagas para formar futuros médicos de família na região de Lisboa e Vale do Tejo, mais 24 do que no último concurso de acesso ao internato médico e também o maior número de sempre na região.

No concurso deste ano, que diz respeito aos internos que iniciarão a sua formação especializada a 1 de janeiro de 2023, o crescimento de vagas é significativo em diversas especialidades, estando já identificada a necessidade de continuar a reforçar, no futuro, a abertura de novas vagas em linha com as necessidades do SNS.

A especialidade de Anestesiologia, com 85 vagas, regista um aumento de 5 vagas (+6,3%) face a 2022; A especialidade de Ginecologia/Obstetrícia conta com 54 vagas, mais 6 (+12,5%), contingente que não era tão elevado desde 2010; Há ainda 70 vagas para formar especialistas em Medicina Intensiva (+23%) e 38 vagas para Radiologia (+22,6%).

Para o concurso de 2023, do total de 2.343 médicos inscritos, 1.819 são candidatos pela primeira vez, por estarem a terminar o ano de formação geral, o que significa que existem vagas para todos os médicos que se formaram recentemente no país.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes