Depois do streaming, Gig Club vai apoiar artistas portugueses com festival de dois dias

O Play It Safe Weekend é o festival que resulta da plataforma de apoio para músicos criada pela promotora Gig Club.

Play It Safe Weekend
- Publicidade -

Lembram-se quando, há uns tempos, falámos na plataforma Play It Safe, criada pela promotora Gig Club, e que servia para recolher donativos e apoiar os músicos, cuja atividade ficou paralisada devido à pandemia da COVID-19? Pois bem, o conceito vai agora evoluir para um festival.

Chama-se Play It Safe Weekend e acontecerá ao longo de dois dias no Hard Club, no Porto. Até ver, o cartaz contará com André Júlio Turquesa, Best Youth, Coelho Radioactivo, emmy Curl, First Breath After Coma, Homem em Catarse, João Mortágua, Knot3, Labaq, Lince, Luca Argel, Luís Severo, Mila Dores, Noiserv, O Manipulador, Samuel Úria, Surma, The Legendary Tigerman, Valter Lobo e Whales.

Ainda não se sabe quando é que o festival irá acontecer, uma vez que as datas do evento somente serão comunicadas mal seja anunciado o levantamento de restrições que permita a utilização da totalidade da lotação do Hard Club.

Em todo o caso, e para que se possa pagar antecipadamente e o mais rapidamente possível a todos os profissionais envolvidos no evento, o festival já tem os bilhetes à venda. Custam 60€ cada, sendo o valor total das vendas distribuído pelos artistas no cartaz após o pagamento dos custos de produção e impostos. A promotora Gig Club abdica da sua parte em prol dos artistas.

Cada artista terá uma versão do bilhete geral, que permite a cada melómano aceder a regalias exclusivas, como um bilhete personalizado e assinado pelo artista apoiado. Os bilhetes estarão à venda por um período de três semanas, ou seja, até 2 de junho.

A iniciativa Play It Safe surgiu de uma colaboração entre o Gig Club e a Omnichord Records, com o propósito de amenizar os impactos da pandemia da COVID-19 no tecido artístico e musical português. Envolveu 58 artistas e milhares de ouvintes, dos quais 12% apoiaram as bandas e músicos com donativos. Cada donativo, em média, rondou os 10€, tendo mesmo chegado aos 40€. O concerto que mais donativos recolheu durante a transmissão atingiu os 800€.

Fonte:Gig Club
- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Festival Artes à Vila regressa ao Mosteiro da Batalha em formato misto

Este ano, o festival volta a receber público, mas mantém as transmissões online.

Festival Lusco Fusco acontece no Terraço do Capitólio só com artistas nacionais

Cada Lusco Fusco apresenta um concerto, todos os sábados e domingos, durante cinco fins-de-semana, num total de 10 concertos.

Festival Aleste vira restaurante pop-up com intervenções musicais este ano

Os acessos ao evento serão feitos através de reserva de mesa para cinco pessoas.

RFM Somnii adiado para 2022

Um anúncio que só peca pela demora.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Programa Cultura no Dão promove cinema drive in, concertos e a descoberta dos trilhos pré-históricos do pastoreio

O programa Cultura no Dão tem como intuito contribuir para apoiar os agentes culturais e estimular a dinâmica económica, bem como valorizar o património artístico-cultural da região.

MyNestlé está a reembolsar o valor de compra de uma bebida vegetal Wunda

Já sabem: somente é possível um reembolso por pessoa.

Antevisão – Graven (Early Access)

Dos criadores de Wrath: Aeon of Ruin chega-nos mais um jogo de ação na primeira pessoa em Early Access e com imenso potencial.