Plataformas de delivery já cobram pelos sacos extra

Na verdade, tudo depende dos estabelecimentos.

- Publicidade -

Foi no início deste mês que entrou em vigor o decreto-lei que proíbe os comerciantes de oferecerem sacos, sejam eles de plástico, cartão ou de qualquer outro material.

De acordo com o diploma, “é proibida a disponibilização gratuita de sacos de caixa, isto é, sacos com ou sem pega, incluindo bolsas e cartuchos, feitos de qualquer material, que são destinados a enchimento no ponto de venda para acondicionamento ou transporte de produtos para ou pelo consumidor, com exceção dos que se destinam a enchimento no ponto de venda de produtos a granel”.

O objetivo desta medida passa essencialmente por reduzir o consumo destes sacos, incentivando os consumidores a procurarem alternativas mais sustentáveis. Por exemplo, desde há muito que os portugueses levam os seus próprios para as compras, fazendo com que dispensem desde logo a necessidade de sacos extra.

Mas e no que toca aos restaurantes? Ora, aplica-se a mesma lógica: se o cliente for levantar o pedido ao local, pode (e deve) levar um saco, pois assim não paga nada; se não levar saco, o restaurante pode disponibilizar, sim, mas mediante um custo de 0,10€ por cada saco.

Muitos deverão ter reparado que, entretanto, também as plataformas de delivery, como Uber Eats, Glovo e Bolt Food, entre outras, também começaram a cobrar esta taxa extra. Mas esse custo adicional não surge, pelo menos para já, nos pedidos efetuados em todos os restaurantes.

Por outras palavras, caso o valor não surja discriminado na fatura, tal significa que o restaurante está a assumir esse custo. Nas nossas simulações, reparámos que spots como o McDonald’s, Pizza Hut, Subway, entre outros, cobram esses 0,10€ ao cliente, enquanto que restaurantes como Burger King, H3, Go Natural suportam esse custo.

Já tinham reparado neste custo extra?

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Continente passa a vender sacos de compras que permitem plantar árvores

Por cada goodbag comprado, é plantada uma árvore em nome do cliente.

FNAC vai acabar com sacos plásticos nas lojas

Hoje, 5 de junho, celebra-se o Dia Mundial do Ambiente. E a FNAC tem uma grande novidade para dar:...

Continente testa projeto piloto com sacos de algodão para frutas e legumes

Se frequentam o Continente do Vasco da Gama, o de Marechal Gomes da Costa, de Valongo ou o do...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Governo já emitiu seis milhões de vouchers para manuais escolares gratuitos

E atenção que o levantamento dos manuais é feito em locais diferentes consoante sejam novos ou reutilizados.

Shawn Mendes regressa a Portugal em 2022

King Princess junta-se ao músico para assegurar a primeira parte do espetáculo.