PayPal vai deixar de aceitar pedidos de reembolso de custos de devolução

- Publicidade -

Em todo o caso, o serviço Proteção do comprador do PayPal continuará a estar disponível.

Quem faz compras online sabe que, por vezes, acontecem azares. Ou porque o produto veio avariado, porque faltam peças ou, simplesmente, porque o que veio na encomenda não foi o que encomendámos. Muita gente recorre a sites que aceitam o PayPal como método de pagamento, uma vez que tende a dar sempre razão ao cliente quando algo corre menos bem, e os utilizadores, quando fazem devoluções, acabam por ter de pagar os custos de envio/portes. E neste caso, têm por hábito pedir um reembolso dos custos de devolução.

Mas essa opção vai chegar ao fim muito em breve, mais especificamente já a partir de novembro.

Num email enviado a alguns clientes, o PayPal anuncia que o serviço Reembolso de custos de devolução vai chegar ao fim. “A partir de 27 de novembro de 2022, o PayPal deixará de aceitar pedidos de reembolso de custos de devolução”, lê-se na nota enviada.

A empresa recomenda que enviem pedidos de reembolso elegíveis antes da data indicada para garantirem que a vossa reclamação é aceite. Em todo o caso, continuará a estar disponível o serviço Proteção do comprador do PayPal para as compras elegíveis.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes