fbpx

Palco Street Dance volta com a Yorn ao Rock in Rio-Lisboa

Nesta edição, a dança vai invadir em força a Cidade do Rock. No palco Yorn Street Dance, que conta com o patrocínio da Yorn e curadoria da Jazzy Dance Studios, 114 bailarinos vão protagonizar espetáculos de dança numa programação que arranca na abertura de portas (12h00) e se prolonga até às 23h00.

Lançado na edição de 2012, este palco foi pioneiro, em Portugal, a integrar a dança na programação de um festival, sendo hoje um dos espaços mais procurados no recinto e protagonista do “festival de dança” que o público pode acompanhar dentro de portas. Este ano vai ter uma programação variada, uma nova cenografia, mais bailarinos e mais horas de dança.

Os primeiros passos de dança vão ser dados no Yorn Street Dance logo às 12h00, na abertura de portas, com os Bootcamp (crew dirigida pelo conceituado coreógrafo Vasco Alves) a receber os primeiros visitantes. Mas um dos momentos altos ficará a cargo dos Jukebox + Blkbrds. O espetáculo que na edição de 2016 esgotou este mesmo palco todas as noites promete, agora, uma combinação de bailarinos com música ao vivo a encerrar todos os dias o palco.

E porque “street dance” pede ritmos a condizer, uma das novidades desta edição é a música ao vivo. A acompanhar algumas performances de dança estarão alguns artistas portugueses, como Tekilla ou TT, que vão elevar o clima vivido neste palco a um outro patamar.

A estrear-se no Rock in Rio-Lisboa está, também, Fábio Krayze, que se prepara para um espetáculo que mistura ritmos do kuduro, afro house e funk brasileiro. Também pela primeira vez no festival estão as Triple DC, vencedoras do Yorn Dancers, na sua primeira grande performance ao vivo. Além desta crew, All About Dance Academia e BeatCrew (segundo e terceiro classificados no concurso que pôs Portugal a dançar, dando a conhecer algumas das mais talentosas crews do país), também vão atuar no maior evento de música e entretenimento do mundo.

Pelo Yorn Street Dance vão, ainda, passar alguns dos melhores Bboys do país que se irão defrontar em breakdance battles. Há, também, um espetáculo “Do Mundo” dedicado a outros ritmos, e, além de todas estas performances, o palco conta diariamente com momentos de interação entre público e bailarinos profissionais e com algumas aulas de dança.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

- Publicidade -

Mais Recentes

Escola de Medicina da Universidade do Minho lança plataforma de autoavaliação da saúde mental

A Escola de Medicina da Universidade do Minho, em colaboração com o seu Centro de Medicina Digital P5, desenvolveu uma plataforma gratuita que permite fazer uma autoavaliação da saúde mental.

Domino’s Pizza chegou a Leiria

A marca continua a sua expansão por Portugal.