Fãs de Fórmula 1? Eis os melhores destinos para visitar

- Publicidade -

E que tal este top?

Desde o fenómeno da série da Netflix, Drive to Survive, ainda que não se possa dizer que seja propriamente um bom ponto de entrada para o desporto, que o tema Fórmula 1 tem estado na berra.

Ora, sabendo que os portugueses vivem F1, a Holidu, o motor de pesquisa para casas de férias, decidiu fazer um top 10 de destinos que devem estar no radar de todos os fãs da modalidade, uma vez que oferecem cenários espetaculares e entretenimento de classe mundial.

Para este tipo, a Holidu analisou os dados presentes no site oficial da F1 para descobrir os vencedores das provas, bem como as pistas e calendários do ano presente e anos passados. Para elaborar o ranking, foram tidos em consideração os ratings das pistas no Google com a sua classificação em estrelas de 0 a 5. Para complementar esta classificação, foi ainda adicionado o número de vezes que os circuitos receberam um grande prémio.

  1. Monza, Itália
  2. Monte Carlo, Mónaco
  3. Silverstone, Inglaterra
  4. Spa, Bélgica
  5. Montreal, Canadá
  6. São Paulo, Brasil
  7. Budapeste, Hungria
  8. Barcelona, Espanha
  9. Zandvoort, Holanda
  10. Melbourne, Austrália

Em primeiro lugar nesta classificação surge Itália. O Autódromo Nazionale Monza, conhecido como “Temple of speed”, é o quinto Grande Prémio Nacional mais antigo. Conta com 11.913 comentários no Google e 4,6 estrelas. Aqui a emoção está sempre presente, seja pela alta velocidade que esta pista permite atingir, seja pelos fãs da Ferrari, os Tifosi. Fora do fim de semana da corrida, o autódromo permite passear pela pista, seja de bicicleta, carro ou carrinha, e ainda oferece uma pista de karts para passar um dia em família.

Em segundo lugar encontramos o Mónaco. No mar Mediterrâneo, banhado pela França, o Mónaco é conhecido como o parque infantil de um milionário – repleto de hotéis e restaurantes de luxo e grandes casinos. Quanto ao circuito de Monte Carlo, conta com 4,7 estrelas e é conhecido por ser o mais lento do calendário, mas é, também, o mais complicado de navegar, com ganchos e curvas apertadas entre apartamentos de bilionários virados para o mar. Place d’Armes é um dos melhores e mais brilhantes locais para os fãs; outro ponto de acesso é La Rascasse, um bar perto da entrada das boxes.

No lugar mais baixo do pódio temos Inglaterra. Este circuito, Silverstone, conta com 15.485 comentários no Google e 4,6 estrelas e apresenta-se sempre como um dos favoritos do calendário, seja pela rápidas curvas ou pelo espetáculo que proporciona ano após ano. O circuito de Northamptonshire é um dos mais convidativos a nível familiar, no ano passado teve oficinas de codificação, karts elétricos e zonas desportivas. Os Red arrows oferecem ainda um maior espetáculo com os seus fantásticos flypasts. Há ainda atuações musicais.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes