Chef Vítor Sobral abre o seu primeiro restaurante nos Açores

Neste caso na ilha Terceira.

- Publicidade -

Ao fim de 25 anos a viajar para os Açores e a maravilhar-se com os produtos destas ilhas, o chef Vítor Sobral abre finalmente o seu primeiro espaço gastronómico neste arquipélago – que pretende que seja um projeto longo e duradouro.

Em setembro de 2021, na Ilha Terceira, nos Açores, abriram as portas da Oficina da Esquina, na cidade de Angra do Heroísmo, Património Mundial da UNESCO. Inserido no hotel The Shipyard, propriedade de um terceirense de alma e coração, Raimundo Borges, e gerido pela Amazing Evolution, este restaurante nasce do encontro de vontades entre o empresário e o chef Vítor Sobral em 2019, antes da pandemia. Dois anos depois, concretizou-se a meta de dotar a ilha Terceira com um projeto diferenciador.

No lugar das antigas oficinas da Câmara Municipal nasceram um hotel, o The Shipyard, e um restaurante, a Oficina da Esquina, inspirados na ligação ao mar e no imaginário dos paquetes e dos iates. Esta foi uma das principais âncoras deste projeto, que quer alargar a proposta gastronómica da ilha em matéria de diferenciação. O peixe fresco, pescado no dia, será um dos protagonistas naturais da carta da Oficina da Esquina, confecionado segundo a filosofia de sempre do chef Vítor Sobral. À semelhança das outras Esquinas criadas há mais de 10 anos, em Portugal continental e no Brasil, a aposta é na “cozinha regional, tradicional e lusófona”, com a técnica e o talento acumulados ao longo de uma carreira de mais de 30 anos.

Tártaros, marinados, moquecas e arrozes de peixe são algumas das propostas do chef, sendo a quase totalidade dos produtos usados proveniente dos Açores. O princípio da sustentabilidade também se aplica neste restaurante, como em todas as Esquinas do chef. Na carta haverá Bochechas de porco, Língua de vaca e Chispe de porco, para dar um exemplo de aproveitamento, e muitas opções com a belíssima carne de vaca dos Açores. Há ainda espaço para mais surpresas, como o Tártaro de novilho, assim como os muitos (e bons) queijos da ilha. A carta de vinhos é outro dos pontos fortes do restaurante. Os vinhos nacionais de topo, em particular os açorianos, têm lugar de destaque, mas há também vinhos franceses, espumantes, Madeiras e Portos.

A vista do terceiro andar do hotel The Shipyard é de cortar a respiração, sobre os Ilhéus e o azul marítimo do Atlântico, e Raimundo Borges quis que o “seu” hotel tivesse a mesma beleza. Das janelas do hotel – o primeiro ‘apart-hotel’ de Angra do Heroísmo -, vê-se a imensa baía, e os navios a serem reparados. Foi essa a inspiração para o nome do hotel “Shipyard” (Estaleiro). O hotel conta com 29 apartamentos, oito dos quais com janelas de tecto rasgadas para ver as estrelas. Quem assim desejar terá também à disposição um barco para ir pescar e, ao fim do dia, comer os troféus da pescaria que trouxer para casa.

Localizado na Avenida Infante D. Henrique, a Oficina da Esquina funciona de terça a sábado, das 12h (aos sábados abre às 13h) às 15h e as 19h às 23h, e aos domingos da 13h às 16h.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

O novo hambúrguer da Burger Wheels é de comer e chorar por mais

Não só já provámos, como até repetimos.

Blade of Darkness – À lei da espada

Um regresso ao passado competente que merecia algumas melhorias na jogabilidade.