No mundo da realidade virtual temos, de momento, duas opções: ou olhamos para um equipamento caro que necessita de estar ligado a um PC, como por exemplo o Oculus Rift, do Facebook, ou a um equipamento menos imersivo e que depende do teu smartphone, tais como o Samsung Gear VR ou o Google Daydream.

Mas eis que o Facebook anunciou ontem num dispositivo que atua em nenhum dos extremos, mas sim no meio. Chama-se Oculus Go e é um headset VR que irá custar 199 dólares. Mark Zuckerberg, criador do Facebook, descreveu o equipamento como “a forma mais fácil de experimentar a realidade virtual”.

O Oculus Go conta com um ecrã LCD com resolução de 2560×1440 pixéis e lentes de nova geração, que, trabalhando em conjunto, servirão para reduzir a latência em momentos em que nos movemos ou quando a imagem muda no ecrã do headset.

Conta ainda com áudio integrado graças às colunas incluídas no corpo do equipamento, de modo a dar uma sensação de profundidade nesta área. No entanto, será ainda possível usar uns auriculares graças à porta áudio jack 3.5mm. E sim, este será um dispositivo bastante leve e que não deverá incomodar, mesmo que o uses durante algum tempo.

Não se sabe se o Go será capaz de correr aplicações ao estilo do Oculus Rift, no entanto, irá executar tudo o que está e estiver disponível para o Samsung VR, ainda que a biblioteca de apps deste equipamento da marca coreana seja bastante reduzida.

O Oculus Go chega ao mercado no início de 2018, ainda que não se saibam detalhes da disponibilidade do mesmo para o mercado europeu. Também no evento foi revelado que o bundle do Oculus Rift com os comandos Oculus Touch passará agora a custar 399 dólares.

Segue-nos nas redes sociais no Facebook, Twitter e Instagram.