Há novos smartphones da Huawei para conhecer nas lojas

Comecemos por falar no Huawei P30 lite New Edition, um upgrade ao já conhecido modelo da série Huawei P30. Porquê o termo “New Edition”? Bom, porque traz uma câmara de selfies melhorada – 32 MP com abertura f/2.0 -, mais RAM (6GB) e o dobro do armazenamento interno (256GB) em relação à versão original. Tudo o resto se mantém.

Já está disponível nas lojas por 359€ e, quem o comprar até 31 de janeiro, receberá de oferta uns Huawei Freebuds Lite.

A marca chinesa também passou a disponibilizar no mercado português o nova 5T, o mais recente modelo da série nova. Tem um ecrã de 6,26 polegadas, um processador Kirin 980, um sistema de quatro câmaras na traseira (uma lente de alta definição de 48MP, uma lente grande angular de 16MP, uma lente macro de 2MP e uma lente bokeh de 2MP), uma câmara frontal de 32MP, 6GB de RAM, 128GB de armazenamento interno, uma bateria de 3750 mAh e um leitor de impressões digitais localizado na lateral. Custa 449€.

Por último, o mais acessível Huawei Y6s, com um apetecível preço de 159€. Tem um ecrã de 6,09″, processador octa-core MediaTek MT6765, 3GB de RAM, 32GB de armazenamento, uma câmara traseira de 13MP, uma câmara frontal de 8MP e bateria de 3020mAh. E uma surpresa: trazem entrada de 3,5mm para auscultadores!

- Publicidade -

Sigam-nos

10,558FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
610SeguidoresSeguir

Relacionados

Smartphones da OPPO já estão à venda na Vodafone

Vantagem? Podemos usar os pontos que temos e abater na aquisição dos equipamentos através do Clube Viva.

Samsung Galaxy Note 20 e Fold 2 devem ser apresentados a 5 de agosto

A data foi divulgada por alguns leakers da indústria. E ao que tudo indica, não serão os únicos equipamentos a ser apresentados.
- Publicidade -

Mais Recentes

ZenZoe. Chegou a Portugal o robô que desinfeta áreas e objetos propícios à transmissão de COVID-19

O ZenZoe foi desenvolvido pela ASTI Mobile Robotics, empresa de tecnologia e robótica sediada em Espanha,...

Crítica – The King Of Staten Island

The King Of Staten Island emprega uma fórmula muito conhecida (e demasiado utilizada) que se estende em demasia, mas Judd Apatow equilibra-a com um sentido de humor negro com a ajuda dos seus co-argumentistas.