Novo serviço da DPD permite criar lojas online

As entidades que adiram ao serviço poderão fazer expedições com ou sem conta na DPD, de forma totalmente integrada.

DPD
- Publicidade -

Com a pandemia da COVID19, as vendas online dispararam e o mercado B2C evoluiu alguns anos. Plataformas como Facebook e Instagram passaram a integrar milhares de páginas de vendas de produtos, sendo que, muitas vezes, as vendas concretizam-se via Whatsapp.

Agora, e de forma a simplificar o processo, a DPD, em parceria com a Weasy, lança a nova ferramenta DPD e-commerce, uma solução que permite criar lojas online.

Este serviço vem permitir a criação de lojas online e abrange todos os setores de negócio. As entidades que adiram ao serviço poderão fazer expedições com ou sem conta na DPD, de forma totalmente integrada.

Claro, este é um serviço pago, com os preços mensais a variarem entre os 7,90€ e os 29,90€, pelo que os interessados poderão escolher qual os mais adequados para os seus negócios.

- Publicidade -

Sigam-nos

12,948FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Projeto City Trees produziu mais de três toneladas de m3 de oxigénio em Lisboa

Lisboa foi a cidade piloto escolhida pelo DPDgroup para iniciar o projeto de descarbonização urbana.

Loja online do Esporão está de volta. E não tem só vinhos

Podem encontrar vinhos, azeites, cervejas artesanais e vouchers de experiências.

PRIO é a primeira energética a lançar uma loja online

O canal de e-commerce foi pensado para oferecer todos os produtos necessários para o pré, durante e pós-viagem.

Maria Granel ganha loja online

O que significa que basta encomendar e aguardar que a encomenda chegue a casa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

O novo navio MSC Virtuosa tem dois novos restaurantes de especialidade

O novo navio oferecerá uma escolha incrível de restaurantes e bares com os melhores sabores e cozinhas internacionais.

Análise – Razer Blackshark V2

O balanço perfeito da linha Blackshark.

Teletrabalho: A lista de ferramentas úteis para começarem já a utilizar

Com a pandemia de COVID-19, que exigiu o isolamento social presencial, o teletrabalho assumiu uma importância acrescida em todo o mundo.