Novo projeto funde o mundo do futebol e o da arte urbana portuguesa

A Mistaker Maker, plataforma de intervenção artística, foi chamada pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que neste momento se está a comunicar como as Selecções de Portugal ou somente Portugal, para criar um novo projeto que resulta da fusão entre o mundo do futebol e o da arte urbana portuguesa. Este é um novo posicionamento da FPF para a campanha rumo ao Mundial 2018 e pós mundial.

- Publicidade -

A FPF tem como principal objetivo com esta colaboração trabalhar a mentalidade coletiva dos portugueses, fazê-los sentirem-se mais capazes, mais destemidos, mostrar que não existem impossíveis e que ninguém nasce herói. Que com trabalho e dedicação, todos os sonhos se alcançam.

Quebra-se o paradigma do futebol pelo futebol, desenvolvendo e trabalhando a ideia de coletivo, de pertença e superação diária. Tudo motes que não são somente aplicados ao futebol, mas ao nosso dia-a-dia, seja em colectivo ou como indivíduo. “Conquista o sonho” é claramente uma história de superação, de resiliência, em que o sonho sem trabalho é pura ilusão, assumindo-se ainda de que nada é tão nosso quanto os nossos sonhos.

Para colocar esta premissa em prática, envolveu-se um grupo de artistas visuais, que estão na linha da frente no que temos de melhor em Portugal no que a arte urbana se refere, para que durante o período que precede o Mundial, durante o mês de Maio, desenvolva um conjunto de intervenções por diversas cidades do país, do litoral ao interior, de norte a sul, que inspirem as comunidades, num mote de Portugalidade, que somos todos nós.

Neste projeto, o organismo que superintende o futebol nacional conta com o apoio de autarquias de norte a sul do país e conta a colaboração da curadora Lara Seixo Rodrigues, criadora do projeto Lata 65 | Workshop de Arte Urbana para Idosos, dos festivais WOOL | Covilhã Arte Urbana, ESTAU | Estarreja Arte Urbana e MURALIZA | Festival de Arte Mural de Cascais e responsável pela exposição ATTERO de Bordalo II.

O coletivo de artistas selecionado contempla nomes consagrados e talentos emergentes da arte urbana nacional, com trabalhos elaborados do graffiti ao ‘stencil’, passando por todos os géneros, estéticas e técnicas habitualmente referidas como pós-graffiti com influências contemporâneas de ilustração figurativa.

As peças e murais a desenvolver no âmbito deste projeto são representações únicas e inéditas do movimento “Conquista o Sonho”, sem quaisquer fins lucrativos, e com o objetivo único de servir e inspirar os portugueses.

Com intervenções já realizadas na Covilhã, Portimão, Beja e Porto, “Conquista o Sonho” passa também por Aveiro, Paredes de Coura e termina na Grande Lisboa, com intervenções no bairro da Jamaika no Seixal e no Bairro da Liberdade. Estas últimas intervenções acontecem até dia 2 de junho.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Jogos do Euro 2020 vão ser exibidos nos três canais generalistas

O que significa que SIC, RTP e TVI partilham os direitos de transmissão do Euro 2020.

Turismo de Lisboa apresenta a nova rota de Arte Urbana

Lisboa foi escolhida por muitos artistas portugueses e internacionais para ser a sua tela.

Empresas podem agora anunciar em jogos de futebol a partir de 500€

Alguns estádios de futebol já aderiram a esta tecnologia da STADS.

Oficial: Fase final da Liga dos Campeões 2020 vai acontecer em Lisboa

Após muitos rumores, confirma-se: os quartos de final, meias-finais e final da Champions League irão realizar-se na capital lisboeta.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Arcane com estreia em simultâneo na Netflix e na Twitch

O primeiro episódio poderá ser visto em conjunto com milhões de fãs em todo o mundo.

Grupo Barraqueiro pretende usar carruagens espanholas para ligar Braga a Faro

O objetivo é tornar-se o primeiro operador ferroviário de longo curso em Portugal.

Vila Galé quer abrir hotéis nos Açores e em Tomar em 2022

Além disso, há planos para uma nova unidade hoteleira para crianças no Alentejo.