O novo museu de Gaia é uma homenagem ao vinho rosé

Está integrado no WOW, o quarteirão cultural de Gaia.

- Publicidade -

Foi em julho do ano passado que abriu ao público o World of Wine, um projeto que celebra a histórica indústria do Vinho do Porto. Quando surgiu, o projeto, assinado pela Broadway Malyan e desenvolvido durante seis anos, tinha o objetivo de não só criar uma atração de classe mundial nas históricas caves de Gaia, mas também, ao mesmo tempo, dar resposta à estratégia do Plano Municipal para atrair turismo para esta zona.

Porém, aquando da inauguração, o WOW não estava finalizado, contando com aberturas e inaugurações ao longo do tempo. E agora há mais uma, neste caso o sétimo museu no local. É o Pink Palace e trata-se de uma homenagem ao vinho rosé.

Nesta experiência descontraída e divertida, poderão ficar a conhecer a história e a ciência por trás da produção do vinho rosé, mas também a cultura e o lifestyle que este vinho simboliza.

O Pink Palace é o mais excêntrico de todos os espaços do WOW. Possui vários cenários que pedem para serem fotografados e convidam à interação. Além disso, ao longo da experiência, serão servidas cinco bebidas: Quinta do Vale do Bragão Rosé, AIX Gran Vin de Provence Rosé, Mateus Rosé, Vértice Rosé Bruto e Croft Pink Rosé Port.

Ao longo de 11 salas, serão levados a perceber que os rosés são feitos a partir de uvas cultivadas em diferentes regiões e climas em todo o mundo e usando uma série de técnicas de vinificação. Ou seja, há uma verdadeira diversidade de vinho sob este “manto cor-de-rosa”. Assim, a viagem atravessa Portugal, mas também Provence e acaba, inesperadamente, num saloon. Para embarcar nesta expedição é preciso sentido de humor, descontração, instinto de descoberta e, claro, bateria no telemóvel.

Ao novo museu juntam-se ainda outras abertas: o restaurante Pip, o café Maze e uma grande zona comercial, onde estarão disponíveis as marcas: DOP – Designers of Portugal (designers de moda nacionais); Aspeto Homme (roupa para homem); Namorarte (calçado); Marita Moreno (calçado e acessórios); The Captain (roupa); Filipe Fonseca Jewellery (joalharia de autor); e Nasamotor (indústria automóvel).

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Crítica – Gaia (MOTELX)

Gaia é, no final de contas, uma história de terror ecológico, não tanto sobre uma ameaça monstruosa, ou um conflito entre natureza e tecnologia, mas sobre a inevitabilidade do ser humano espalhar destruição por onde anda, tenha boas ou más intenções.

Rota da Água. Gaia vai ter um grande museu ao ar livre

Sete rotas com um elemento central: a água.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Arcane recebe um incrível trailer e estreia a 6 de novembro

A adaptação animada de League of Legends parece espetacular.

As formas com que os burlões enganam clientes na Booking

O objetivo final é roubar o dinheiro dos utilizadores. Explicamos esta burla ao pormenor.