Pressure Machine, novo disco dos The Killers, chegou hoje ao mercado

O álbum sucede ao aclamado Imploding the Mirage, lançado no ano passado.

- Publicidade -

Dia 13 de agosto de 2021 fica marcado pelo lançamento do sétimo álbum de estúdio dos The Killers. Pressure Machine já está disponível nas lojas e plataformas digitais, sucedendo ao anterior e aclamado Imploding The Mirage, do ano passado, que foi o sexto álbum consecutivo da banda a atingir o #1 do top de vendas do Reino Unido.

Tal como o seu antecessor, o novo álbum foi coproduzido pela banda, por Shawn Everett e Jonathan Rado (dos Foxygen). O lançamento é acompanhado de um vídeo de animação para a canção “Quiet Town”, bem como da última parte de uma série de trailers filmados por Danny Clinch e que contam com música a interlúdios do álbum.

Eis o alinhamento:

  1. “West Hills”
  2. “Quiet Town”
  3. “Terrible Thing”
  4. “Cody”
  5. “Sleepwalker”
  6. “Runaway Horses (featuring Phoebe Bridgers)”
  7. “In The Car Outside”
  8. “In Another Life”
  9. “Desperate Things”
  10. “Pressure Machine”
  11. “The Getting By”

Um álbum mais silencioso e voltado para o estudo de personagens, Pressure Machine surge diretamente a partir da cidade natal de Flowers, Nephi, Utah, uma comunidade unida de 5,300 pessoas. Nephi é o lugar onde Flowers viveu parte da adolescência (dos 10 aos 16 anos), sendo que o disco resulta deste processo é um documento auditivo sobre crescer – e viver – no sudoeste americano, contado a partir de uma miríade de perspetivas.

Pela primeira vez na sua vida, Flowers tinha letras completas antes de uma nota musical ter sido gravada. Habituado a habitar personagens diferentes em canções, em Pressure Machine ele entra na pele de algumas das pessoas cujas vidas viu desenrolar-se durante a adolescência. O álbum tece os fios do lirismo característico de Flowers ao longo da sua carreira num todo perfeito, culminando no álbum mais elegante que os The Killers já criaram.

Através das suas personagens e também do seu título, o álbum enfrenta a pressão inflexível do sonho americano agravada pelo desencanto religioso. Um otimista nato, momentos de beleza brilham no meio dor das canções de Flowers. As histórias de Pressure Machine descrevem lutas pessoais da vida real, arrependimentos avassaladores, tragédias locais e a epidemia de opioides que atingiu a cidade natal de Flowers, bem como todas as cidades dos EUA. Flowers canta sobre as escolhas que as pessoas fazem, para o melhor e para o pior, e as consequências dessas escolhas; os que ficaram para trás e os que não podem ser esquecidos.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Nova música dos The Killers é um manifesto anti-Trump

Consciente dos acontecimentos políticos que têm marcado os últimos tempos nos Estados Unidos, os The Killers, banda de Las...

The Killers hoje no Rock in Rio-Lisboa. O alinhamento provável do concerto

É a terceira vez que o projeto de Las Vegas vem a Portugal. Será que vão chamar algum fã para tocar com eles em palco, como tem acontecido nesta digressão?

Termina este fim-de-semana o Rock in Rio-Lisboa. Aqui está tudo o que precisam de saber

É hoje que começa o segundo fim-de-semana do Rock in Rio-Lisboa e, consequentemente, o que marca o fecho do festival. As portas abriram novamente às 12h e já são muitos os que andam pelo Parque da Bela Vista.

The Killers confirmados no Rock in Rio Lisboa no dia 29 de junho

A organização do Rock in Rio Lisboa tinha prometido novidades através da sua página oficial do Facebook. E já...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Sumol-Compal investe 15 milhões de euros num armazém automático em Almeirim

E irá reduzir a pegada de dióxido de carbono em cerca de 1.000 toneladas por ano.

Mão Morta, Bizarra Locomotiva, Process of Guilt e The Quartet of Woah! no Back to Back Festival

Rock e metal voltam a ouvir-se ao vivo nas salas de espetáculos pelas mãos de quatro dos seus maiores ícones nacionais.

Exames de acesso ao ensino superior poderão ser usados durante quatro anos

E os alunos podem escolher a melhor qualificação se optarem por repetir as provas.