Novas ciclovias vão ligar Lisboa a Odivelas, Amadora, Moscavide, Sacavém e Algés

- Publicidade - trk
- Publicidade -

E assim se promove a utilização de veículos de duas rodas.

Sejam trotinetes partilhadas, bicicletas elétricas ou outras mais convencionais, existem (ou vão existir) cada vez mais ciclovias. O futuro parece caminhar para um rumo mais sustentável, logo é preciso fazer para que isso possa efetivamente acontecer.

No passado mês de maio, foram assinados contratos de financiamento que vão permitir a construção de cinco novas ciclovias. Neste caso, irão ligar Lisboa a Odivelas, Amadora, Moscavide, Sacavém e Algés.

Estas são as ciclovias e respetivas extensões:

  • Lumiar – Odivelas: 2,1 km
  • Benfica – Amadora: 5,3 km
  • Olivais – Moscavide: 1,4 km
  • Parque das Nações – Sacavém: 1 km
  • Restelo – Algés: 9,9 km

A construção, a cargo da Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento, deverá ficar concluída até ao final de 2022. O investimento da EMEL, de 2.750.347 euros, será financiado com 650.716 euros pelo Fundo Ambiental.

- Publicidade -

2 Comentários

  1. Não é um investimento. É um custo… esbanjamento de dinheiros sem qualquer retorno. As ciclovias não são usadas na sua maioria em Lisboa.

    • Não são usadas? Você diz isso com algum conhecimento de causa? É que o que eu vejo é o contrário. E falo por experiência própria, que as uso para me deslocar para o trabalho e casa.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Ciclovias.pt. Este site mostra um mapa das ciclovias existentes em Portugal

O projeto começou por focar-se em Lisboa. Depois cresceu para o resto do país.
- Publicidade -
- Publicidade - trk
- Publicidade -

Mais Recentes

The Quarry – À descoberta da divertida estupidez do horror

The Quarry não é propriamente um jogo excecional, mas é divertido o suficiente para prender e manter investido até o jogador mais alheio ao seu género de horror.

Cinemas NOS no Glicínias Plaza finalmente em funcionamento em julho?

É o que dá a entender uma informação disponível dentro do próprio centro comercial.