Nova coleção “Sardinha By Bordallo Pinheiro” tem 28 modelos inéditos

As Festas de Lisboa celebram-se durante o mês de junho, mas é no final de julho que a sardinha começa a ficar mais bonita e saborosa. Aproveitando o momento, foi apresentada no passado dia 18 de julho  a fresquíssima coleção “Sardinha By Bordallo Pinheiro“. Esta coleção de sardinhas em faiança é uma iniciativa da marca centenária Bordallo Pinheiro – em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC – que teve início em 2014 e que é renovada anualmente.

- Publicidade -

Desta vez, as novas sardinhas deram literalmente à costa, sob a forma de um arraial flutuante a bordo do “Barco Évora”, embarcação que completou 87 anos nesse dia. Num agradável final da tarde, formos conduzidos num passeio pelo Tejo, que contou com a presença de diversas figuras públicas e onde não faltou boa música e a tradicional sardinhada.

As recentes limitações impostas à pesca da sardinha não parecem ter afetado a coleção porque esta aumentou para um total de 80 peças, após a descontinuação de 17 e a introdução de 28 modelos inéditos. Entre as novidades deste ano, salienta-se a “Sardinha de Autor” do escultor Isaque Pinheiro (batizada de “Puxa Brasa” porque vem disposta sobre uma grelha, numa edição limitada de 172 exemplares, número que corresponde à idade que Raphael Bordallo Pinheiro teria se fosse vivo) e a “Sardinha do Dia” que, pelo facto de ser feita de vidro integralmente soprado à mão, implica que todos os dias haverá uma ligeiramente diferente das outras.

Destaca-se também uma nova parceria estabelecida com o World Press Cartoon, através de duas criações inspiradas em temas mais sérios: o drama dos migrantes que atravessam mares em busca de uma vida melhor (“Mediterrânica“) e das mulheres que são vítimas de assédio sexual (“O Lobo Morreu“, pegando no exemplo de uma personagem tão corajosa com a Capuchinho Vermelho).

Do novo cardume fazem ainda parte criações do humorista Rui Unas e de Chakall, que esteve a bordo para apresentar “Chakallina, a Sardina Tugatina“, com uma ilustração evocativa do Dia de los Muertos e à qual não falta o turbante que é a imagem de marca deste chef argentino.

O futebol aparece bem representado na edição deste ano, com as sardinhas do Benfica (“Vermelha“), do Sporting (“Verde“) e do Porto (“Azul“) equipadas a rigor e uma outra com as cores nacionais (“Sardinha Gooolo!“), ainda que para a Seleção Portuguesa este não tenha sido o Mundial sem espinhas que todos desejávamos…

Madonna Alfacinha” é também uma novidade oportuna, associando a grande estrela das festas populares à Rainha da Pop, que se rendeu em definitivo aos encantos de Lisboa.

Mas há muito mais sardinhas para ver e comprar, nomeadamente as selecionadas no âmbito do Concurso anual de criatividade da EGEAC: “Uma Casa Portuguesa“, “Naperão“, “Lisboa à Mesa“, “Jeans“, “Eu Gosto é do Verão”, “Adeus Lisboa“, “Festa Doméstica“, “Ginjinha da Sardinha“, “Noite de Verão” e “Old Sardiine“, esta última inspirada na conhecida marca Old Spice.

A coleção “Sardinha By Bordallo Pinheiro” é agora composta por 46 peças do acervo da EGEAC e 33 da autoria de artistas portugueses e estrangeiros convidados, às quais se junta a sardinha original criada por Raphael. O preço unitário é de 18,90€, sendo que a “Sardinha do Dia” custa 49,90€ e o preço da sardinha de edição limitada ascende a 169 €.

As peças podem ser adquiridas nas lojas Bordallo Pinheiro de Lisboa, Caldas da Rainha, Ílhavo, Viseu e Braga, na rede de lojas da Vista Alegre em todo o país ou na loja online. Por tudo aquilo que vimos, o mais difícil vai ser a escolha.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,379FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

Câmara Municipal de Lisboa vai continuar a apostar em água reutilizada para lavar as ruas e regar espaços verdes

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou a proposta para a construção da Rede de Água Reutilizada de Lisboa na Zona Ribeirinha e Bairro Alto.

Este ano não há nem Festas de Lisboa nem Casamentos de Santo António

Esqueçam as marchas, arraiais e casamentos. Não há Festas de Lisboa em 2020.

Está a chegar a Lisboa uma noite dedicada à literatura europeia

Chama-se, naturalmente, Noite da Literatura Europeia, e é o evento literário mais internacional das Festas de Lisboa que volta...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Clientes Revolut já podem aceder às suas contas através do PC

Está agora disponível uma web app online para clientes.

Behemoth e Arch Enemy dão concertos em Portugal em outubro do próximo ano

Duas das mais aplaudidas bandas do metal extremo contemporâneo: de um lado, um grupo clássico do death metal; do outro, um dos projetos emergentes mais interessantes dos últimos anos.