fbpx

NOS Alive: Compraste um voucher e ainda não trocaste? Podes não ir ver a tua banda favorita

Desde 2007, ano em que surgia o festival Alive, que a Everything is New, promotora do mesmo, criava aquele que viria a ser o maior colosso no que toca a festivais de verão. Pelo festival já passaram icónicos nomes como Pearl Jam, Linkin Park, The White Stripes, Bob Dylan, Neil Young, Metallica, Dave Matthews Band, LCD Soundsystem, Coldplay, Foo Fighters, Radiohead, Depeche Mode, Muse, Artic Monkeys, Arcade Fire, entre tantos tantos outros, mostrando um Alive para todos os gostos e feitios.

Com o passar dos anos veio, também, o reconhecimento internacional, e, com isso, o crescimento e amadurecimento. Se na edição deste ano de 2017 o Alive fez 10 anos e conseguiu esgotar praticamente todo o festival a apenas três meses do seu início, a próxima edição promete ser histórica. E pode nem ser pelos melhores motivos.

Como já reparaste, a edição de 2018 ficou mais cara. O bilhete diário passou a custar 65€, um acréscimo de sete euros em relação à edição deste ano, enquanto que o passe geral sofreu um aumento de 20€, passando dos 129€ da edição deste ano para os 149€ na edição de 2018. Mas isto nem é o mais grave. O pior foi quem adquiriu um voucher diário na FNAC – as vendas dos Fãs Pack FNAC começaram a 24 de outubro – e ainda não tinha trocado pelo bilhete propriamente dito.

Hoje foi anunciado que os passes diários para 14 de julho, dia em que atuam os Pearl Jam, esgotaram, havendo neste momento pouquíssimos passes gerais disponíveis. Quando isto acontece, ou seja, quando esgota um dia e o passe geral, a organização tem por hábito criar um novo passe, mas somente de dois dias, para os dias que ainda não têm o bilhete diário esgotado. Mas é algo que nem está garantido para a edição de 2018.

No caso da FNAC, que vendia os Fãs Pack Fnac nas versões Voucher e passe de três dias, há um problema para quem adquiriu a versão Voucher. É que esta versão tem de ser trocada por um bilhete para o dia pretendido até 30 de abril. O problema é que essa troca somente é realizada em caso de stock existente.

Ou seja, caso tenhas adquirido na FNAC o Voucher diário, imaginemos, porque ainda não conhecias o cartaz mas querias garantir lugar no NOS Alive, ou até porque querias oferecer a alguém pelo Natal, esse lugar no festival pode estar comprometido se demorares muito a trocar o teu Voucher pelo dia pretendido.

Se pretendias ir ao dia dos Pearl Jam, mas ainda não tinhas efetuado essa troca, esquece. Já não o vais conseguir fazer. O dia esgotou e não é permitido trocar o voucher por um dia que já não tem bilhetes à venda.

De momento, a solução passa por trocares o teu voucher pelo dia 13 de julho, onde atuam bandas como os The National ou Queens of The Stone Age, ou pelo dia 14 de julho, que ainda só tem confirmado o nome de Wolf Alice, que nem sequer são cabeças de cartaz.

De qualquer forma, faz a tua escolha o quanto antes, porque corres o sério risco de possuir um Voucher Diário e de nem sequer conseguires entrar no recinto.


- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,778FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Festival Gastronomia de Bordo acontece em Peniche já em outubro

Este ano, o festival Gastronomia de Bordo em Peniche adaptou-se às novas circunstâncias e fica circunscrito à experimentação dos pratos em apenas alguns restaurantes.

Clã, David Fonseca e Lena D’Água vão atuar no FNAC Live Box Edition

A entrada, como é habitual neste festival da FNAC, é gratuita.
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – Enola Holmes

Enola Holmes oferece uma agradável e refrescante visão de uma franchise que pode ter ganho um novo futuro.

Análise – Xiaomi Mi TV Stick

A pen que transforma uma TV antiga numa SmartTV.