Nokia abre centro em Portugal para investigar e desenvolver redes 5G e 6G

- Publicidade -

O novo centro irá criar 100 postos de trabalho nos próximos dois anos, bem como oportunidades adicionais com base nas necessidades de negócio.

A Nokia anunciou hoje a abertura de um novo centro de investigação e desenvolvimento (I&D) centrado na tecnologia de redes móveis 5G e futuro 6G, no seu campus da Amadora. Com a abertura deste centro, serão criados 100 postos de trabalho nos próximos dois anos, bem como oportunidades adicionais com base nas necessidades de negócio.

O novo centro irá atrair talentos altamente qualificados, que se irão focar no desenvolvimento de software para componentes chave das redes móveis 5G e futuro 6G, desde a análise, especificação e desenvolvimento, até à fase de teste. Para tal, irá reunir profissionais de diversas áreas, incluindo engenheiros de software, e responsáveis técnicos e de produto, que irão trabalhar com equipas de todo o mundo.

Um ecossistema tecnológico vibrante, talentos altamente qualificados, a estabilidade do país, e a localização na Europa são fatores determinantes para a escolha da Nokia em instalar o seu centro de investigação e desenvolvimento em Portugal. As suas unidades na Amadora e em Aveiro têm sido um importante campus de inovação a nível mundial. A empresa acolhe também centros de serviços que gerem remotamente redes de comunicações para alguns dos principais operadores mundiais.

Mais recentemente, inaugurou um centro global de serviços partilhados. A Nokia em Portugal dá emprego a cerca de 2.800 pessoas no país.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes