Niubility B26. Esta bicicleta elétrica é obrigatória para trilhos de ciclismo de montanha

- Publicidade -

Estamos em tempos de mudanças. Cada vez mais pessoas optam por alternativas aos métodos de deslocação mais tradicionais, não só porque tal ajuda o ambiente, mas também porque representa uma poupança significativa na carteira. Afinal de contas, porque motivo haveremos de ir de carro ou apanhar transportes públicos para o trabalho, quando podemos simplesmente usar uma trotinete ou pedalar numa bicicleta?

Na verdade, até o Governo português sabe disto, tentando que os portugueses mudem para veículos elétricos – embora muita gente não tenha condições para o fazer – ou que apostem noutros métodos de deslocação. No caso das bicicletas, existem cada vez mais ciclovias no país, mas há ainda muito trabalho para a frente.

Mas se são daquelas pessoas que querem dar esse salto para algo mais sustentável, saibam que há uma loja bem interessante e que devem desde já conhecer: a Gogobest.

Fundada em 2008, a Gogobest tem uma fábrica de cerca de 2.500 m2 na China, empregando cerca de 100 pessoas, e tem armazéns com cerca de 20.000 m2 na Polónia. A missão da Gogobest é fazer com que todos possam andar de bicicleta, independentemente da idade ou capacidade.

Os responsáveis são apaixonados pelas bicicletas porque acreditam que as bicicletas mudam vidas através da liberdade de mobilidade. Estão totalmente empenhados na construção das bicicletas de melhor valor na indústria, prometendo uma boa experiência com veículos de duas rodas que têm qualidade, muita durabilidade e, claro, conforto.

Além da Gogobest produzir, por si só, as suas próprias bicicletas, a empresa também trabalha com outras marcas, como Xiaomi, Onebot, Himo, GravaStar, Samebike, Niubility, entre outras. E já que falamos de marcas, temos um modelo em específico, neste caso da Niubility, para vos sugerir: Niubility B26.

Niubility B26: bicicleta elétrica obrigatória para trilhos de ciclismo de montanha

Niubility B26

Trata-se de uma bicicleta de montanha elétrica híbrida, isto é, que tanto funciona em modo elétrico, como do modo mais convencional, em que somente damos ao pedal, sem a ajuda da bateria elétrica de 12,5Ah. Vocês é que decidem.

Pesando 30 quilos, a Niubility B26 tem rodas de 26×4”, tendo também sido construída em liga leve de alumínio. Suporta um peso de até 120 quilos.

Em modo 100% elétrico, ela faz cerca de 45 quilómetros. Já em modo híbrido, a autonomia é de cerca de 100 quilómetros. O melhor de tudo? A bateria é removível, o que significa que podem ter baterias adicionais e substituir quando necessitarem de o fazer.

A velocidade máxima, essa, é de 25 km/h. Além disso, o seu motor de 1000W permite subir subidas de até 35º, algo que dá muito jeito em situações mais complicadas.

A Niubility B26 conta ainda com um sistema de transmissão de sete velocidades Shimano e demora cerca de cinco a seis horas a carregar na totalidade. Tal como os modelos anteriores, tem um ecrã LCD onde podem controlar tudo, como ver o estado da bateria e os quilómetros percorridos, bem como alterar os modos de “condução” – 100% elétrico, híbrido ou manual.

Convém ainda realçar que é resistente a água e poeiras, graças à certificação IPX6, e que contem luzes dianteiras e traseiras, especialmente úteis em circulação durante o período noturno – não se esqueçam, no entanto, do colete refletor.

O melhor de tudo? O preço. Normalmente, a Niubility B26 custa 1.699€, mas pode ser atualmente adquirida por 1.009€. Melhor ainda: se colocarem o código F7WQ68, o preço final desta fabulosa bicicleta elétrica de montanha é de 959.50€. Os portes de envio são gratuitos, até porque a bicicleta é enviada de um armazém europeu.

E se desejarem, até podem pegar às prestações graças à Klarna.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes