- Publicidade -

Ney Matogrosso anuncia data extra em Portugal

-

Depois de, no passado mês de maio, termos anunciado o regresso de Ney Matogrosso a Portugal, depressa os portugueses correram às bilheteiras para comprar as tão desejadas entradas para o novo espetáculo Bloco na Rua. Pois bem, como as vendas estão a decorrer a bom ritmo, a Everything is New anunciou uma data extra para o Coliseu de Lisboa.

O novo espetáculo acontece a 5 de novembro e os bilhetes já estão à venda nos locais habituais, variando entre os 18€ e os 80€Bloco na Rua chega em novembro a Portugal após várias datas esgotadas no Rio de Janeiro, no Brasil.

Com 77 anos, Ney Matogrosso não dá sinais de querer parar. Este novo projeto começa nos palcos e depois ganha outros formatos. O repertório foi selecionado enquanto Ney se encontrava em digressão com o espetáculo anterior e o seu critério não foi o ineditismo: “Não é um show de sucessos meus, mas quis abrir mais para o meu repertório. Dessa vez eu misturei coisas que já gravei com repertório de outras pessoas”, explica Ney.

O alinhamento revela a diversidade do repertório: “Eu quero é botar meu bloco na rua” (Sergio Sampaio), de onde saiu o título da digressão, “A Maçã” (Raul Seixas), “Álcool (Bolero Filosófico)”, da banda original do filme Tatuagem (DJ Dolores), “O Beco”, gravada por Ney nos final dos anos 80 (Herbert Vianna/Bi Ribeiro) e “Mulher Barriguda”, do primeiro álbum dos Secos e Molhados, de 1973 (Solano Trindade/João Ricardo), são algumas das músicas escolhidas por Ney Matogrosso.



Duas canções foram extraídas do compacto duplo Ney Matogrosso e Fagner, lançado em 1975: “Postal do Amor” (Fagner/Fausto Nilo/Ricardo Bezerra) e “Ponta do Lápis” (Clodô/Rodger Rogerio). Outros dois clássicos que Ney nunca tinha antes cantado, “Como 2 e 2” (Caetano Veloso) e “Feira Moderna” ( Beto Guedes/Lô Borges/Fernando Brant), podem encontrar-se também neste espetáculo.

​A banda afiada é a mesma que o acompanhou nos últimos cinco anos com a digressão Atento aos Sinais, a qual reúne Sacha Amback (direção musical e teclado), Marcos Suzano e Felipe Roseno (percussão), Dunga (baixo), Mauricio Negão (guitarra), Aquiles Moraes (trompete) e Everson Moraes (trombone).

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,054FãsGostar
4,036SeguidoresSeguir
498SeguidoresSeguir

Mais Recentes

Novas almôndegas da IKEA feitas à base de proteínas vegetais devem chegar a Portugal em agosto

As novas almôndegas, feitas para terem o mesmo aspeto e sabor das de carne, serão constituídas por uma combinação de proteína de ervilha, aveia, maça e batata.

Novo restaurante de Setúbal tem um pouco de tudo para os apaixonados por comida italiana

Chama-se Kabrice, abriu no passado mês de janeiro na Praceta Fernando Pessoa, no Bairro do Liceu

Direção Geral de Saúde cria site dedicado ao coronavírus (COVID-19)

Esta é uma forma de a Direção Geral de Saúde informar os cidadãos sobre a atual propagação do coronavírus.

Pizza Hut lança quatro pizzas vegan em Portugal

Era algo que estava prometido há algum tempo. E finalmente aconteceu. A Pizza Hut acaba de lançar quatro pizzas vegan em Portugal.

Vão ser impostos limites em algumas comissões praticadas pelos bancos

Este princípio de acordo visa, essencialmente, travar os bancos de cobrarem aos seus clientes por tudo e mais alguma coisa.
- Publicidade -