“De tempos em tempos, os planos e os preços da Netflix são ajustados à medida que adicionamos filmes e séries televisivas exclusivas; introduzimos novas características de produto e melhoramos, no seu todo, a experiência Netflix para ajudar os nossos membros a encontrar conteúdos de forma ainda mais rápida.”

Esta é a justificação dada pela Netflix para este novo aumento de preços no seu serviço, sendo algo que acontece pela primeira vez em Portugal desde que estreou no nosso país.

Portanto, o Plano Base (um ecrã) continua nos mesmos 7,99€ por mês. Já o Plano Standard (dois ecrãs em simultâneo e High Definition quanto disponível) fica mais caro 1€, passando para 10,99€. Por último o Plano Premium (quatro ecrãs (na verdade podem ser cinco) em simultâneo) fica 2€ mais caro, passado para os 13,99€.

Felizmente os aumentos não são significativos. Na prática, imaginando que divides o Plano Premium com mais quatro amigos – sim, podem ser cinco perfis diferentes neste plano -, cada um passa a pagar mais 40 cêntimos por mês, o que nem sequer equivale ao preço de um café. Não há razões para preocupação.

Além disso, todo o dinheiro a mais servirá, segundo disse Ted Sarandos, CCO da Netflix, para aplicar em séries originais, especiais de comédia, documentários e filmes.

No entanto, vai-te preparando, pois provavelmente haverá novos aumentos no futuro. Contudo, dividindo a conta com amigos, a despesa fica bem mais fácil de suportar.

Quanto a este mês de outubro, a Netflix destaca a estreia da nova série de David Fincher, Mindhunter, já no próximo dia 13, e, claro, a aguardada estreia da nova temporada de Stranger Things, a ser lançada já no próximo dia 27.

Quanto a filmes, os destaques vão para The Meyerowitz Stories, o novo filme de Adam Sandler, e The Babysitter, do realizador McG.

Segue-nos nas redes sociais no Facebook, Twitter e Instagram.