Monster Hunter Rise recebe versão 2.0 com novas quests e monstros

Preparem as vossas armas, armaduras e companheiros.

- Publicidade -

Monster Hunter Rise recebeu novos conteúdos. A versão 2.0 do mais recente jogo da saga vem expandir a experiência com novos conteúdos e desafios, onde se destaca a chegada de três Elder Dragons, Chameleos, Teostra e Kushala Daora, que vão pôr à prova as habilidades dos jogadores.

Além deles, temos novas versões de outras criaturas do jogo, os Apex Monsters, agora soltos nas várias regiões do jogo. Até aqui, o Apex Arzuros, Apex Rathian e Apex Mizutsune podiam apenas ser caçados no modo Rampage, mas são agora uma nova fonte de recursos e de desafios em missões de exploração. Além deles, temos ainda os Apex Rathalos e Apex Diablos para combater nas Rampage Quests

Outro foco desta atualização são as características e as armaduras, com novas opções de criação de Layered Armor e a introdução de novos Outfit Vouchers, que vão permitir que os jogadores sejam mais criativos com o seu look. E claro, há também novos Event Quests para explorar online ou offline.

Esta é a primeira grande atualização de Monster Hunter Rise desde o seu lançamento para a Nintendo Switch, que já tem a versão 3.0 preparada para chegar no final de maio de 2021.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Análise – New Pokémon Snap (Nintendo Switch)

Uma viagem nostálgica e refrescante, mas limitada.

Conhece os novos jogos independentes para a Nintendo Switch no mais recente Indie World

Há 21 novos jogos independentes a caminho da Nintendo Switch, ainda este ano.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Época balnear 2021. Eis as regras definidas pelo Governo

Comer bolas de Berlim? Sim. Mas jogar raquetes não é permitido.

Museu da Lourinhã ganha versão digital com a ajuda da Vodafone

O Museu Digital da Lourinhã dispõe, a partir de hoje, de um conjunto de soluções de Realidade Virtual.

Santuário do Cabo Espichel transforma-se em projeto com vocação turística

O imóvel está classificado de interesse público desde 1950, beneficiando, ainda, de uma Zona Especial de Proteção.