Razer aposta na imagem com um super monitor de 27 polegadas

O Razer Raptor é o primeiro monitor da marca de periféricos para jogadores.

- Publicidade -

Na sua estreia neste segmento, a Razer vai lançar um monitor de 27 polegadas desenhado para um público exigente, oferecendo altas resoluções e tempos de resposta mínimos.

Com um design muito simplista, onde se destaca a sua fina moldura e largo suporte inclinável que permite uma gestão de cabos facilitadas, o Razer Raptor não se poupa em características.

Razer Raptor Back

Com 27 polegadas, ostenta uma resolução nativa de 2560×1440 píxeis num painel IPS WQHD, é compatível com tecnologia Free Sync da AMD, tem uma taxa de atualização até 144Hz, um tempo de resposta de apenas 1ms e suporta HDR com um brilho máximo de 420 nits.

A nível de portas, o Razer Raptor inclui uma porta HDMI, uma DisplayPort, uma USB-C e duas USB-A tradicionais.

Revestido em alumínio, o Razor Raptor pode ser personalizado com o sistema o sistema de iluminação Razer Chroma.

O Razor Raptor já tem preço e data de lançamento. Poderá ser adquirido em território europeu, no final deste ano, via Razer.com, por 699,99 dólares (aproximadamente 612€).

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Em noite de Eclipse Lunar, o MOTELX recomenda alguns dos melhores filmes de terror

Não é sexta-feira 13, nem se quer estamos perto do Halloween. Mas esta noite acontece algo que é a...

AOC anuncia novo monitor IPS QHD de baixo custo

A AOC tem um novo monitor de secretária que prima pela sua relação qualidade preço. O modelo, de nome complicado...

O Philips Momentum é um monitor desenhado para consolas de jogos

As televisões podem ser o objeto mais comum, e até preferido, para os jogadores de sofá com as suas...

Análise – Razer Phone: O smartphone definitivo para videojogos

O Razer Phone é, provavelmente, o melhor dispositivo para jogar os videojogos mais exigentes nas plataformas Android, ou assistir filmes na Netflix. Só é pena que as câmaras não estejam à altura do restante equipamento.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Oficial: Fórmula 1 regressa a Portugal este ano

Novamente no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

Crítica – Chaos Walking

Chaos Walking irá terminar como um dos filmes mais dececionantes e frustrantes do ano. Mais um para a lista de "filmes com conceitos inovadores e interessantes que não conseguem alcançar metade do seu potencial".