Miio e Power Dot vão levar carregamentos ad hoc a todo o país

O objetivo? Criar mais oportunidades para as pessoas carregarem os seus veículos.

- Publicidade -

A miio e a Power Dot anunciam o arranque de um projeto piloto que visa trazer os carregamentos ad hoc a todo o território português e ajudar a tornar a mobilidade elétrica cada vez mais acessível e intuitiva para os utilizadores de veículos elétricos.

O projeto arranca este mês com 100 carregadores em alguns pontos do território nacional que proporcionam aos utilizadores de veículos elétricos o pagamento imediato do seu carregamento na via pública através de um QRCode. O objetivo da miio e da Power Dot é estender esta opção de carregamento a todo o território português e alcançar um total de 500 carregadores até ao final de 2022.

A informação sobre os carregadores estará disponível na app miio com a indicação de que se trata de um carregador Power Dot que permite realizar um carregamento ad hoc através do QRCode.

Com esta modalidade de carregamento, qualquer utilizador de um veículo elétrico pode fazer um carregamento na via pública sem necessitar de contrato com um CEME (Comercializador de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica) e pagar automaticamente no próprio ato de carregamento. Basta dirigir-se a um posto, fazer a leitura do QRCode, inserir um cartão de crédito e dar início à sessão de carregamento.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Concertos de Emma Ruth Rundle em Portugal foram adiados

Dito isto, guardem os vossos bilhetes.

Há novos jogos e aventuras à espera no Xbox Game Pass

Hitman a triplicar e Rainbow Six a dobrar na segunda vaga de jogos do mês.

Sonae Campus transforma-se num laboratório dedicado à sustentabilidade e eficiência de edifícios e comunidades

Projeto PROBONO envolve 47 parceiros de 15 países e pretende fomentar espaços sustentáveis de referência para o futuro, sendo um localizado em Portugal.